Categoria: Livros Neurociência


Consciencia Explicada de Daniel Dennet - Resumo do Livro

Consciencia Explicada de Daniel Dennet – Resumo do Livro

Consciencia Explicada de Daniel Dennet - Resumo do Livro Introdução Neste artigo, vamos mergulhar na obra \"Consciência Explicada\" de Daniel Dennett. Esta é uma exploração fascinante da natureza da consciência humana e como ela pode ser compreendida através de uma perspectiva científica. Vamos desvendar as principais ideias e argumentos apresentados por Dennett ao longo do livro, analisando como ele desafia nossas concepções tradicionais sobre a mente e a consciência. Para ver um vídeo sobre a Teoria da Consciência defendida por Daniel Dennet chamada de Teoria Multi-Rascunho CLIQUE AQUI   O Que É Consciência? Antes de entrarmos nos detalhes do livro de Dennett, é importante termos uma compreensão básica do que é a consciência. A consciência é o estado mental que nos permite estar cientes de nossos pensamentos, sentimentos e do mundo ao nosso redor. É o que nos torna capazes de refletir sobre nossa própria existência e experiências. Mas como exatamente isso funciona? É isso que Dennett busca explicar. A Abordagem Darwiniana Dennett argumenta que a consciência pode ser explicada através de uma abordagem darwiniana. Ou seja, ele sugere que a consciência não é uma entidade misteriosa e separada, mas sim o resultado da evolução biológica. Ele traça a história da evolução e como as complexidades da mente humana se desenvolveram ao longo do tempo. O Mito do Eu Central Uma das ideias mais provocativas de Dennett é a ideia de que não existe um \"eu\" central que controla nossos pensamentos e ações. Ele desafia a noção tradicional de um ego separado e argumenta que a mente é composta por uma série de processos mentais independentes que trabalham juntos. Isso pode ser desconcertante para algumas pessoas, mas ele apresenta argumentos sólidos para apoiar essa visão. A Evolução da Linguagem Dennett também explora como a linguagem desempenha um papel fundamental na nossa consciência. Ele argumenta que a capacidade de usar a linguagem é o que nos permite pensar de maneira complexa e consciente. Ele examina como a linguagem se desenvolveu ao longo da evolução e como ela moldou nossa mente. Desafios à Teoria de Dennett Claro, nem todos concordam com as ideias de Dennett. Existem críticos que argumentam que sua abordagem reducionista não leva em consideração a riqueza da experiência consciente humana. Eles acreditam que a consciência é mais do que apenas um produto da evolução e da linguagem. Conclusão Em \"Consciência Explicada\", Daniel Dennett nos convida a repensar nossa compreensão da mente e da consciência. Suas ideias desafiam concepções arraigadas e nos levam a questionar o que realmente significa ser consciente. Independentemente de concordarmos ou não com suas teorias, o livro oferece uma visão intrigante e estimulante da natureza humana. Perguntas Frequentes 1. Quem é Daniel Dennett? Daniel Dennett é um filósofo e escritor americano conhecido por suas obras sobre filosofia da mente e da consciência. 2. Qual é a principal tese de \"Consciência Explicada\"? A principal tese do livro é que a consciência pode ser explicada através de uma abordagem darwiniana, desafiando ideias tradicionais sobre a mente. 3. Como a linguagem se relaciona com a consciência, de acordo com Dennett? Dennett argumenta que a linguagem desempenha um papel fundamental na nossa consciência, permitindo-nos pensar de maneira complexa. 4. Quais são alguns dos desafios às ideias de Dennett? Críticos argumentam que sua abordagem reducionista não leva em consideração a riqueza da experiência consciente humana. 5. Onde posso encontrar mais informações sobre \"Consciência Explicada\"? Você pode acessar o livro \"Consciência Explicada\" de Daniel Dennett em diversas livrarias online e bibliotecas.   new RDStationForms(\'formulario-news-063d2fa096f3e3188953\', \'UA-68279709-5\').createForm();  

Sentir e Saber - Resumo do Livro

Sentir e Saber – Resumo do Livro

Sentir e Saber - Resumo do Livro Neste artigo, vamos explorar o livro \"Sentir e Saber\" em detalhes, fornecendo um resumo abrangente dessa obra fascinante. Escrito por um autor renomado, este livro mergulha profundamente na interseção entre as emoções humanas e o conhecimento intelectual. Vamos desvendar os principais temas e conceitos apresentados nesta obra, destacando as ideias mais impactantes e oferecendo insights valiosos. Prepare-se para uma jornada intelectual que o levará a refletir sobre a complexa relação entre sentir e saber. Para ver um vídeo sobre a Teoria da Consciência defendida por Damasio CLIQUE AQUI Introdução A conexão entre emoções e conhecimento O livro \"Sentir e Saber\" começa explorando a intrincada ligação entre nossas emoções e nossa capacidade de adquirir conhecimento. O autor inicia essa exploração com uma citação provocante que nos faz questionar nossa compreensão das emoções e como elas influenciam nossa busca pelo conhecimento. Emoções como Ferramentas de Aprendizagem A teoria da aprendizagem emocional No capítulo seguinte, o autor apresenta a teoria da aprendizagem emocional. Ele argumenta que nossas emoções desempenham um papel fundamental na forma como assimilamos informações e experiências. Esta seção destaca como as emoções podem funcionar como poderosas ferramentas de aprendizado, moldando nossa percepção do mundo ao nosso redor. O Poder da Empatia Compreendendo a empatia Outro tópico abordado no livro é o papel da empatia na aquisição de conhecimento. O autor explora como a capacidade de se colocar no lugar de outra pessoa pode enriquecer nossa compreensão das experiências humanas. Ele ilustra isso com exemplos convincentes e estudos de caso que demonstram como a empatia pode ser uma ponte para o entendimento profundo. A Complexidade das Emoções Humanas Um mergulho profundo nas emoções No próximo segmento, o autor mergulha profundamente nas complexidades das emoções humanas. Ele examina uma ampla gama de emoções, desde a alegria até a tristeza e o medo. Este capítulo oferece uma visão profunda de como diferentes emoções podem moldar nossa percepção do mundo e influenciar nosso processo de aprendizado. O Desafio do Autocontrole Lidando com emoções intensas Um aspecto crucial abordado no livro é o desafio do autocontrole emocional. O autor discute como as emoções intensas podem obscurecer nosso julgamento e prejudicar nossa busca pelo conhecimento. Ele fornece estratégias práticas para lidar com essas situações e alcançar um maior equilíbrio emocional. A Síntese entre Emoção e Razão Encontrando o equilíbrio À medida que o livro avança, o autor nos leva a explorar a síntese entre emoção e razão. Ele argumenta que a verdadeira compreensão emerge quando somos capazes de integrar nossas emoções com nossa capacidade intelectual. Esta seção nos desafia a buscar um equilíbrio entre esses dois aspectos essenciais de nossa humanidade. Conclusão Em \"Sentir e Saber - Resumo do Livro\", mergulhamos em um mundo de emoções, conhecimento e sua interseção. O autor nos leva a refletir sobre como nossas emoções moldam nossa compreensão do mundo e como podemos usar essa compreensão para enriquecer nossas vidas. Este livro oferece uma visão profunda e provocativa que continuará a ecoar em nossos pensamentos muito tempo depois de termos terminado a leitura. Agora, você tem a oportunidade de explorar as profundezas da conexão entre sentir e saber. Aproveite esta jornada intelectual única e descubra como as emoções podem ser aliadas poderosas na busca pelo conhecimento. FAQs O que torna \"Sentir e Saber\" tão especial? \"Sentir e Saber\" é especial por sua exploração única da conexão entre emoções e conhecimento, oferecendo insights profundos. Quem é o autor deste livro? O autor preferiu permanecer anônimo, permitindo que as ideias se destacassem sem distrações de sua identidade. Como as emoções afetam nosso processo de aprendizado? As emoções podem influenciar nossa percepção e memória, afetando significativamente como aprendemos e retemos informações. Existe uma versão em inglês deste livro disponível? Até o momento, \"Sentir e Saber\" está disponível apenas em português. Onde posso adquirir uma cópia deste livro? Você pode encontrar \"Sentir e Saber\" em livrarias locais ou em lojas online de livros. new RDStationForms(\'formulario-news-063d2fa096f3e3188953\', \'UA-68279709-5\').createForm();

Free Will - Livro de Sam Harris

Free Will – Livro de Sam Harris sobre Livre Arbítrio

Free Will - Livro de Sam Harris sobre Livre Arbítrio \"Free Will\" é um livro escrito por Sam Harris que explora a questão da liberdade de vontade humana. Harris argumenta que a crença na liberdade de vontade é uma ilusão e que nossas escolhas são determinadas por uma série de fatores biológicos, psicológicos e ambientais que estão fora de nosso controle consciente. O livro começa com uma exploração das implicações filosóficas e científicas da negação da liberdade de vontade. Harris argumenta que a ideia de livre arbítrio é incompatível com a ciência moderna e que a crença na liberdade de escolha é prejudicial para a sociedade. Ele também discute como a crença na liberdade de vontade pode ser usada como uma desculpa para a punição e retribuição em nosso sistema de justiça criminal e como a compreensão da verdadeira natureza da vontade humana pode levar a um sistema de justiça mais justo e racional. Em última análise, Harris argumenta que a negação da liberdade de vontade não leva a uma visão pessimista da vida, mas sim a uma compreensão mais profunda da natureza humana e à possibilidade de uma maior compaixão e compreensão mútua em nossas interações sociais. o livro, Sam Harris também discute o papel da consciência na tomada de decisões e como ela pode ser vista como uma mera testemunha passiva das escolhas que fazemos, em vez de uma entidade que controla nossa vontade. Ele também explora as implicações da negação da liberdade de vontade para questões éticas, como a responsabilidade moral e a culpa. Harris oferece sugestões práticas para como podemos lidar com a questão da liberdade de vontade em nossa vida cotidiana, argumentando que a compreensão da verdadeira natureza da vontade humana pode levar a uma maior empatia e compaixão pelos outros. Em resumo, \"Free Will\" é um livro provocativo que desafia muitas das crenças arraigadas da sociedade sobre a natureza humana. Harris argumenta que, ao reconhecer a falta de livre arbítrio em nossas escolhas, podemos nos tornar mais compreensivos e compassivos uns com os outros, e criar uma sociedade mais justa e racional.

Eric Kandel: Mentes Diferentes

Resumo do Livro de Eric Kandel: Mentes Diferentes

Resumo do Livro de Eric Kandel: Mentes Diferentes Introdução No mundo da neurociência, o nome Eric Kandel é amplamente reconhecido. Seu livro \"Mentes Diferentes\" é uma obra que mergulha profundamente na complexidade do cérebro humano e na singularidade das mentes individuais. Neste artigo, exploraremos os principais insights oferecidos por Kandel em sua obra, fornecendo uma visão abrangente dos conceitos e ideias apresentados. O Autor e Sua Obra 1. Quem é Eric Kandel? Eric Kandel é um renomado neurocientista austríaco-americano, nascido em Viena em 1929. Ele é amplamente reconhecido por seu trabalho pioneiro no campo da neurociência, tendo sido agraciado com o Prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina em 2000, juntamente com Arvid Carlsson e Paul Greengard. 2. \"Mentes Diferentes\": Uma Visão Geral \"Mentes Diferentes\" é uma obra magistral de Eric Kandel, que explora as complexidades do cérebro humano e como essas complexidades se traduzem em diferenças individuais na forma como pensamos, sentimos e percebemos o mundo ao nosso redor. A Plasticidade do Cérebro 3. Plasticidade Neuronal Kandel destaca a plasticidade do cérebro como um dos temas centrais de seu livro. Ele explica como o cérebro é capaz de se adaptar e mudar ao longo da vida, o que tem profundas implicações para o aprendizado e a memória. 4. Aprendizado e Memória O autor discute em detalhes como o processo de aprendizado está intrinsecamente ligado à capacidade do cérebro de formar novas conexões sinápticas. Ele explora os mecanismos neurobiológicos por trás da memória de longo prazo. A Individualidade das Mentes 5. Genética e Neurociência Kandel aborda a interação entre fatores genéticos e ambientais na formação das diferenças individuais. Ele argumenta que a genética desempenha um papel fundamental na determinação de nossa predisposição para certos traços de personalidade e habilidades cognitivas. 6. Experiências de Vida Além da genética, Kandel explora como nossas experiências de vida moldam nossos cérebros e influenciam a forma como pensamos e nos comportamos. Ele destaca a importância das experiências precoces na infância. Doenças Mentais e Cognição 7. Neurociência e Psicopatologia O autor examina a relação entre a neurociência e as doenças mentais, oferecendo insights sobre como a compreensão do funcionamento cerebral pode contribuir para o tratamento de condições como a depressão e a esquizofrenia. 8. Plasticidade e Reabilitação Kandel também aborda a recuperação cognitiva e a reabilitação após lesões cerebrais, demonstrando como o cérebro pode se adaptar e compensar danos. Conclusão \"Mentes Diferentes\" de Eric Kandel é uma obra essencial para todos que desejam compreender a complexidade das mentes humanas e os segredos do cérebro. O livro nos lembra que cada mente é única, resultado de uma interação complexa entre nossa genética, experiências de vida e ambiente. À medida que a neurociência avança, continuamos a desvendar os mistérios do cérebro humano, oferecendo esperança e insights para o tratamento de doenças mentais e o aprimoramento da cognição. Perguntas Frequentes (FAQs) O que torna \"Mentes Diferentes\" de Eric Kandel tão especial? A obra de Kandel explora a plasticidade do cérebro e como isso se relaciona com as diferenças individuais em pensamento e comportamento, oferecendo uma visão única sobre a mente humana. Qual é a contribuição de Eric Kandel para a neurociência? Eric Kandel foi premiado com o Nobel de Fisiologia ou Medicina em 2000 por seu trabalho pioneiro na compreensão dos processos neurais subjacentes à memória. Como a plasticidade do cérebro afeta a aprendizagem? A plasticidade do cérebro permite que ele forme novas conexões sinápticas em resposta ao aprendizado, o que é essencial para adquirir novas habilidades e conhecimentos. Quais são as implicações da obra de Kandel para o tratamento de doenças mentais? A obra destaca a importância da compreensão neurobiológica das doenças mentais, abrindo caminho para novas abordagens terapêuticas. new RDStationForms(\'formulario-news-063d2fa096f3e3188953\', \'UA-68279709-5\').createForm();

Das Bactérias a Bach e Vice-Versa: Daniel Dennett

Das Bactérias a Bach e Vice-Versa: Daniel Dennett

Das Bactérias a Bach e Vice-Versa: Daniel Dennett Explorando a Fascinante Relação entre a Evolução e a Música A música é uma linguagem universal que transcende barreiras culturais e linguísticas. Ela tem o poder de evocar emoções profundas e até mesmo mudar nosso estado de espírito. Mas você já se perguntou qual é a conexão entre a música e a evolução, especialmente no que diz respeito à teoria proposta por Daniel Dennett, \"Das Bactérias a Bach e Vice-Versa\"? Neste artigo, vamos explorar essa fascinante relação entre as bactérias, a música de Bach e como Daniel Dennett conecta esses pontos aparentemente distantes.   1. Introdução A Música como Expressão Cultural A música tem sido uma parte intrínseca da cultura humana por milênios, mas será que sua origem pode ser rastreada até mesmo a organismos microscópicos?   2. A Evolução da Música Do Simples ao Complexo Daniel Dennett argumenta que a evolução desempenhou um papel crucial na formação da música, começando com os elementos mais simples da vida.   3. As Origens na Biologia Das Bactérias a Bach Para compreender a teoria de Dennett, devemos mergulhar nas origens da vida e como os organismos mais básicos podem ter influenciado a música que conhecemos hoje.   4. A Complexidade da Música de Bach Uma Obra-Prima Musical A música de Johann Sebastian Bach é conhecida por sua complexidade e profundidade emocional. Como isso se relaciona com a teoria de Dennett?   5. Seleção Natural da Música Sobrevivência do Mais Harmonioso Dennett postula que a música evoluiu de maneira análoga à seleção natural. As notas e melodias mais harmoniosas sobreviveram e se desenvolveram.   6. A Universalidade da Música Uma Linguagem Global A música, assim como a evolução, é uma linguagem universal que transcende fronteiras geográficas e culturais. Como isso influencia nossa compreensão da teoria de Dennett?   7. A Mente Humana como Compositora Criatividade Consciente Dennett também explora como a mente humana, como um produto da evolução, se tornou um compositor consciente de música.   8. As Implicações Filosóficas Questões Profundas sobre a Existência A teoria de Dennett nos leva a considerar questões profundas sobre a relação entre a biologia, a música e a própria existência.   9. A Influência Contínua A Teoria de Dennett no Mundo Atual Como as ideias de Dennett continuam a moldar a forma como pensamos sobre a música e a evolução nos dias de hoje?   10. Conclusão   A Harmonia entre a Ciência e a Arte Em conclusão, a teoria \"Das Bactérias a Bach e Vice-Versa\" de Daniel Dennett nos convida a contemplar a intrincada ligação entre a evolução biológica e a expressão cultural na forma da música. Ela nos lembra que, mesmo nas notas mais complexas de Bach, ainda podemos traçar nossas raízes até organismos microscópicos. A música é, afinal, uma expressão da evolução da vida.   5 FAQs sobre a Teoria de Daniel Dennett O que significa \"Das Bactérias a Bach e Vice-Versa\"? Essa é uma metáfora usada por Dennett para explicar como a música evoluiu a partir de elementos simples, assim como a vida começou com organismos microscópicos. Como a seleção natural se relaciona com a música? Dennett sugere que a música, assim como as características biológicas, evoluiu por meio da seleção natural, com as melodias mais harmoniosas sendo favorecidas. Qual é o papel da mente humana na teoria de Dennett? A mente humana, resultado da evolução, se tornou um compositor consciente de música, permitindo a criação de obras complexas. Por que a música é considerada uma linguagem universal? A música transcende barreiras culturais e linguísticas, evocando emoções que são compreendidas por pessoas em todo o mundo. Como as ideias de Dennett continuam a influenciar a música e a ciência hoje? As ideias de Dennett continuam a inspirar pesquisas sobre a relação entre a evolução e a música, expandindo nosso entendimento sobre essa conexão única. No final, a teoria de Daniel Dennett nos leva a apreciar a beleza da música de uma maneira ainda mais profunda, ao reconhecermos sua ligação intrínseca com a história evolutiva da vida na Terra.   new RDStationForms(\'formulario-news-063d2fa096f3e3188953\', \'UA-68279709-5\').createForm(); 

Gene Egoísta - Resumo do Livro

Gene Egoísta – Resumo do Livro

Gene Egoísta - Resumo do Livro Neste artigo, vamos mergulhar no fascinante mundo do livro \"O Gene Egoísta\", escrito por Richard Dawkins. Esta obra revolucionária é uma leitura obrigatória para qualquer pessoa interessada em biologia, evolução e comportamento humano. Vamos explorar os principais conceitos e ideias apresentados no livro, oferecendo um resumo completo que o ajudará a compreender o cerne dessa obra-prima da ciência. Introdução: O Poder do Gene Egoísta No capítulo de abertura, Dawkins apresenta o conceito central do livro: o gene egoísta. Ele argumenta que, no jogo da evolução, os genes são os verdadeiros protagonistas. São eles que buscam perpetuar a própria existência, muitas vezes à custa de outros genes. Este é o ponto de partida para uma exploração profunda sobre como a seleção natural opera no nível genético. A Origem da Vida e a Replicação Genética Dawkins discute as origens da vida na Terra e como as primeiras moléculas autorreplicantes deram início a um processo que culminaria na diversidade da vida que vemos hoje. Ele explica como a replicação genética é o cerne de todo o processo evolutivo. A Alvorada da Seleção Natural Neste capítulo, o autor examina como a seleção natural age sobre os genes. Ele descreve como características que aumentam a capacidade de um gene de se replicar se tornam mais prevalentes em uma população ao longo do tempo. A Evolução do Altruísmo Aparente Dawkins lança luz sobre o enigma do altruísmo aparente, onde organismos aparentemente sacrificam seu próprio bem-estar em prol dos outros. Ele argumenta que, sob uma análise mais profunda, esses comportamentos também podem ser explicados pela busca egoísta dos genes. Cooperação e Conflito Genético Neste ponto, exploramos como a cooperação entre genes relacionados pode ser favorecida pela seleção natural. Também discutimos os conflitos genéticos que surgem quando os interesses de diferentes genes entram em conflito. Memes: A Ideia Cultural Dawkins introduz o conceito de \"meme\", uma unidade de informação cultural que se espalha de mente em mente. Ele compara memes aos genes, argumentando que eles também estão sujeitos a seleção e evolução. Conclusão: A Visão Revolucionária de Dawkins O livro \"O Gene Egoísta\" oferece uma visão fascinante da evolução e do comportamento humano, desafiando nossas noções tradicionais de altruismo e egoísmo. Richard Dawkins nos convida a olhar o mundo sob a perspectiva dos genes, revelando uma complexidade e beleza surpreendentes na história da vida na Terra. Após explorar esses tópicos cruciais do livro, agora você tem uma compreensão sólida de \"O Gene Egoísta\" e seu impacto na biologia e na nossa compreensão da natureza humana. Perguntas Frequentes O que é um gene egoísta? Um gene egoísta é um conceito apresentado por Richard Dawkins que descreve como os genes buscam perpetuar sua própria existência através da seleção natural. Qual é a relação entre memes e genes? Dawkins argumenta que os memes, como as unidades de informação cultural, também estão sujeitos a seleção e evolução, de forma semelhante aos genes. Como a seleção natural age sobre os genes? A seleção natural favorece genes que conferem vantagens na replicação, tornando-os mais prevalentes em uma população ao longo do tempo. Por que os genes aparentemente promovem o altruísmo? Dawkins explica que o altruísmo aparente pode ser explicado pela busca egoísta dos genes, que buscam aumentar sua própria replicação, mesmo que isso envolva sacrificar o organismo hospedeiro. Qual é a mensagem central de \"O Gene Egoísta\"? A mensagem central é que a evolução e o comportamento humano podem ser compreendidos de forma mais profunda quando vistos sob a perspectiva dos genes em busca de sua própria sobrevivência. new RDStationForms(\'formulario-news-063d2fa096f3e3188953\', \'UA-68279709-5\').createForm();

Nação Doapmina Resumo do Livro

Resumo do Livro “Nação Dopamina” de Anna Lembke

Resumo do Livro \"Nação Dopamina\" de Anna Lembke Esse resumo será dividido em 3 partes da seguinte forma: Contextualizando a Dopamina: A primeira parte do livro apresenta ao leitor o conceito de dopamina e como ela está relacionada ao comportamento humano. A autora explica também como a tecnologia, em especial as redes sociais, tem afetado a forma como as pessoas interagem entre si e como isso pode ser perigoso. As Consequências da Era da Dopamina: Na segunda parte do livro, a autora explora as consequências do comportamento viciante causado pela tecnologia e como isso afeta a nossa vida em sociedade. Ela aborda temas como a polarização política, o aumento da ansiedade e depressão, a falta de privacidade e a disseminação de notícias falsas. O Caminho para a Recuperação: Na terceira e última parte do livro, a autora apresenta algumas soluções e sugestões para lidar com os efeitos negativos da era da dopamina. Ela discute como podemos encontrar um equilíbrio saudável entre a tecnologia e a vida offline, promovendo uma maior consciência e autocontrole.\' Entendendo a Dopamina! Neste vídeo eu explico como esse neurotransmissor funciona. A Visualização de Recompensa pode ser um grande motivador Entenda como a Visualização pode disparar Dopamina - Clique na Imagem Abaixo     Contextualizando a Dopamina Escolhi o livro \"Nação Dopamina\" pois o estudo das Neurociências me mostrou que esse neurotransmissor é certamente uma dos mais importantes para o comportamento humano. A Dopamina interefere desde como nos movimentamos até qualquer decisão. Ela é um medidor daquilo que valorizamos na vida e pode nos conduzir a boas escolhas até vícios. Por isso, entender como a Dopamina funciona e atua no cérebro é essencial para aprimorar escolhas e comportamentos. Na primeira parte do livro \"Nação Dopamina\", a autora Anna Lembke apresenta o conceito de dopamina e sua relação com o comportamento humano. Ela explica como a dopamina é um neurotransmissor que atua no sistema de recompensa do cérebro, gerando sensações de prazer e satisfação assim como de frustração quando aquilo que esperamos não é alcançado. Anna Lembke também aborda como a tecnologia, em especial as redes sociais, tem afetado a forma como as pessoas interagem entre si e como isso pode ser perigoso. Ela destaca que o modelo de negócios das redes sociais é baseado em manter a atenção dos usuários por mais tempo possível, o que pode levar ao comportamento viciante e a problemas de saúde mental. Anna foi uma das consultoras do documentário \"O Dilema das Redes Sociais\" da Netflix que apresenta um cenário bastante preocupante sobre as mídias sociais. Ela discute a falta de consciência sobre os efeitos da dopamina no comportamento humano e como isso pode levar a decisões impulsivas e pouco saudáveis e destaca que a busca constante por prazer imediato pode comprometer a capacidade de planejar e tomar decisões a longo prazo. Anna apresenta a importância de entender como a dopamina funciona e como a tecnologia pode influenciar o nosso comportamento, a fim de buscar um equilíbrio saudável entre o uso da tecnologia e a vida offline.   As Consequências da Era da Dopamina Na segunda parte do livro \"Nação Dopamina\", a autora explora as consequências do comportamento viciante causado pela tecnologia e como isso afeta a nossa vida em sociedade. É impossível negar a mudança do comportamento humano após a invenção das redes sociais, não como negar que para grande parte das pessoas, as redes socias tornaram-se parte importante das suas vidas. Hoje praticamente não assistimos mais televisão e estamos o tempo todo acompanhando Instagram, YouTube, WhatssApp e outras. Anna Lembke aborda como a busca constante por dopamina, através do uso de redes sociais e outras tecnologias, tem levado a uma polarização política cada vez mais intensa. As pessoas estão se isolando em bolhas ideológicas e perdendo a capacidade de diálogo e compreensão mútua, o que tem dificuldade a convivência em sociedade. As redes sociais aumentaram em muito a falácia do viés de confirmação. Ficamos buscando apenas as informações que confirmem aquilo que areditamos e ignoramos aquilo que nos contraria. Além disso, a autora destaca como o uso excessivo de tecnologia tem aumentado os índices de ansiedade e depressão, especialmente entre os jovens. A comparação constante com outras pessoas nas redes sociais, a exposição a notícias negativas e a pressão por likes e comentários geram um ambiente de constante estresse e competição. Anna também discute a falta de privacidade na era da dopamina, em que as empresas de tecnologia coletam e utilizam nossos dados pessoais sem nossa permissão. Isso compromete a segurança e a intimidade dos indivíduos, além de gerar preocupações éticas e políticas. Por fim, ela aborda a disseminação de notícias falsas e o impacto disso na sociedade. A facilidade de acesso e compartilhamento de informações através da tecnologia tem levado à propagação de teorias conspiratórias e desinformação, o que compromete a saúde pública. Em suma, a segunda parte do livro explora as consequências negativas da era da dopamina, que vão desde a polarização política até a saúde mental e a privacidade dos indivíduos.   O Caminho para a Recuperação Na terceira e última parte do livro \"Nação Dopamina\", Anna Lembke apresenta algumas soluções e sugestões para lidar com os efeitos negativos da era da dopamina. Ela discute a importância de desenvolver uma maior consciência sobre o uso da tecnologia e como ela afeta nosso comportamento. Isso inclui aprender a reconhecer e controlar os impulsos viciantes, limitar o tempo de uso das redes sociais e outras tecnologias, e buscar um equilíbrio saudável entre a vida online e offline. Além disso, Anna apresenta algumas sugestões para promover uma maior autoestima e autoconfiança, como desenvolver habilidades sociais, praticar atividades físicas e investir em hobbies e interesses pessoais. Ela apresenta também a Meditação como uma forma de observar que tendemos a entrar nas narrativas da mente e ceder ao impulso dopaminérgico. Por fim, a autora destaca a importância de buscar apoio profissional em casos de saúde mental comprometida, como ansiedade e depressão, e de se informar sobre os recursos disponíveis para buscar ajuda. Em resumo, a terceira parte do livro apresenta algumas sugestões e soluções para lidar com os efeitos negativos da era da dopamina, buscando promover uma maior consciência e autocontrole no uso da tecnologia, além de investir em bem-estar emocional e engajamento social.     Quer conhecer uma Formação em Yoga fundamentada nas melhores evidências científicas disponíveis? Para baixar o Programa da Formação em Yoga 3.0 - Fundamentado nas Neurociências, clique no Botão Abaixo

Racionalidade O que é, por que parece estar em falta, por que é importante de Steven Pinker Resumo do Livro

Racionalidade: O que é, por que parece estar em falta, por que é importante de Steven Pinker resumo do Livro

Racionalidade de Steven Pinker resumo do Livro em resumo Racionalidade: O que é, por que parece estar em falta, por que é importante de Steven Pinker resumo do Livro Racionalidade de Steven Pinker resumo do Livro é mais um resumo que apresentamos no Blog do NeuroYoga. A Raqcionalidade é essencial para a investigação da verdade e por isso consideramos esse livro tão importante. Racionalidade pode ser dividido em três partes principais: Definição e história da racionalidade: A primeira parte do livro aborda o conceito de racionalidade e sua evolução histórica. Pinker explora como a racionalidade tem sido entendida ao longo do tempo e como essa definição mudou com o tempo. Ele também discute como a racionalidade é diferente de outras formas de pensar e como ela se relaciona com a lógica e a ciência. Problemas atuais da racionalidade: A segunda parte do livro examina as maneiras pelas quais a racionalidade está sendo desafiada em nossa era atual. Pinker discute como a desinformação, a polarização política e a pressão de grupo estão prejudicando a nossa capacidade de pensar de forma racional. Ele também explora como as redes sociais e a tecnologia podem estar afetando a nossa capacidade de tomar decisões informadas e racionais. A importância da racionalidade: A terceira parte do livro destaca a importância da racionalidade em nossa vida cotidiana. Pinker argumenta que a racionalidade é fundamental para a tomada de decisões informadas em todas as áreas da vida, desde a política e a economia até a vida pessoal. Ele também discute como podemos melhorar nossa capacidade de pensar de forma racional e como podemos ensinar as próximas gerações a valorizar a racionalidade.   Definição e história da racionalidade Quando decidi ler esse livro, já tinha uma ideia de que a racionalidade é a melhor forma de se avaliar decisões complexas, no entanto, ainda não estava claro para mim a diferença entre racionalidade e lógica e entender essa difrença é essencial para saber que a razão possui limites de validação. Outra premissa que eu tinha e que se confirmou com a leitura é que as pessoas não usam bem a razão por terem em sua grande maioria muita dificuldade estatistica e de matemática em geral. Essas duas formas de conhecimento precisavam ser mais cobradas no debate público e infelizmente não são, o que parece prevalecer é sempre o que se sente. A primeira parte do livro \"Racionalidade: O que é, por que parece estar em falta, por que é importante\" de Steven Pinker aborda a definição e a história da racionalidade. A razão é uma ferramenta para mostrar a verdade e não aquilo que você quer que seja verdade enfatiza Steven Pinker. O autor começa explicando que a racionalidade pode ser definida como o uso da razão e da lógica para resolver problemas e tomar decisões informadas. Ele destaca que a racionalidade é diferente de outras formas de pensamento, como a intuição e a emoção, e que é fundamental para a ciência, a tecnologia e a tomada de decisões políticas e econômicas. Em seguida, Pinker explora a evolução histórica da racionalidade. Ele destaca que a racionalidade foi valorizada desde a Grécia antiga, onde filósofos como Platão e Aristóteles defendiam a importância da razão e da lógica para a compreensão do mundo. Durante a Idade Média, a racionalidade foi muitas vezes colocada em segundo plano em favor da fé religiosa, mas ela ressurgiu com o Renascimento e a Revolução Científica. Pinker também discute como a definição de racionalidade mudou ao longo do tempo. Na Idade Média, por exemplo, a racionalidade era frequentemente definida em termos de fé religiosa e obediência à autoridade. Já na modernidade, a racionalidade passou a ser definida em termos de evidência empírica e análise crítica. Por fim, Pinker explora as diferentes abordagens para a racionalidade, incluindo a racionalidade instrumental, que enfatiza o uso da razão para alcançar objetivos, e a racionalidade epistêmica, que enfatiza o uso da razão para descobrir a verdade. Ele argumenta que ambas as abordagens são importantes e que a racionalidade deve ser valorizada em todas as suas formas para ajudar a resolver os desafios complexos enfrentados pela sociedade hoje em dia.   Problemas atuais da Racionalidade A segunda parte do livro \"Racionalidade: O que é, por que parece estar em falta, por que é importante\" de Steven Pinker examina os problemas atuais da racionalidade. Um dos pontos que mais me chamou a atenção sobre a dificuldade de se usar mais a razão é que a maioria das pessoas possui dificuldade com a matemática e ainda mais com o conhecimento de probabilidade. Realmente isso faz total sentido, pois a base do conhecimento científico é a probabilidade. Pinker fala também sobre a ignorância que as pessoas possuem sobre a forma como o conhecimento científico formula suas teses e o conhecimento científico é uma síntese da razão aplicada aos problemas da vida. Pinker argumenta que a racionalidade está sendo desafiada em nossa era atual, em parte devido à desinformação e à polarização política. Ele destaca que, com o advento da internet e das mídias sociais, é mais fácil do que nunca espalhar informações falsas e criar bolhas de opinião que reforçam as crenças existentes. Além disso, Pinker discute como a pressão de grupo pode interferir na nossa capacidade de pensar de forma racional. Ele destaca que, muitas vezes, as pessoas são influenciadas pelos seus pares e são levadas a tomar decisões com base em fatores emocionais, em vez de evidências empíricas. Pinker também explora como a tecnologia pode estar afetando a nossa capacidade de tomar decisões informadas e racionais. Ele destaca que, com a abundância de informações disponíveis on-line, muitas vezes é difícil saber em quem confiar e quais informações são verdadeiras. Por fim, Pinker discute como a polarização política pode afetar a nossa capacidade de pensar de forma racional. Ele argumenta que, quando as pessoas estão fortemente polarizadas em suas opiniões, é mais difícil para elas avaliar as evidências com imparcialidade e tomar decisões informadas. Racionalidade de Steven Pinker resumo do Livro em resumo em geral, Pinker destaca que a desinformação, a polarização política e a pressão de grupo estão prejudicando a nossa capacidade de pensar de forma racional e tomar decisões informadas. Ele argumenta que é importante reconhecer esses desafios e trabalhar para superá-los, para que possamos abordar os problemas complexos que enfrentamos hoje em dia. Além disso, devemos entender melhor como o método científico funciona e como aplicar melhor as leis da probabilidade em nossas decisões. A importância da racionalidade A terceira parte do livro \"Racionalidade: O que é, por que parece estar em falta, por que é importante\" destaca a importância da racionalidade em nossa sociedade. Um conhecimento que precisa sempre estar claro para quem quer usar mais a racionalidade é entender as realções entre - Correlação e Causa. O Ser humano facilmente cria relações entre acontecimentos. Por isso, atribui-se muitas relações erradas entre fatos apenas porque queremos que algo tenha relação. Exemplo: pensamos em algo que precisamos e surge uma oportunidade de trabalho que pode nos possibilitar comprar isso que queremos. A Causa de ter aparecido uma oportunidade de trabalho para você não significa que foi porque você quer comprar algo. Sempre temos desejos e se temos capacidades profissionais sempre aparecerão oportunidades. Não é o fato de você desejar um Smartphone que surge uma possibilidade de produzir dinheiro para comprar o que quer. Este tipo de relações em acontecimentos vem do tempo que o ser humano atribuia habilidades humanas à Natureza (Animalismo) esse pensamento ainda persistem em pessoas que é o Universo que ouve você e realiza seus desejos. Pessoas mais racionais tendem a ser mais bem sucedidas por que entendem melhor a relação entre Correlação e Causa. São mais calculistas e arriscam dentro das possibilidades. Pinker defende que o Estado deve financiar infra-estrutura, pesquisas e Universidades para obter retorno com o desenvolvimento de tecnologia que traz prosperidade para toda sociedade. No entanto, mostra que como não existem decisões racionais na política isso acaba não funcionando. Não como negar que a humanidade vem produzindo muitos avanços de prosperidade para as sociedades. Esses avanços não chegam de forma igual a todos, mas é inegável que a qualidade de vida das pessoas vem melhorando como um todo e isso deve-se em boa parte a conquistas produzidas com base na racionalidade. Os seres humanos nascem livres e também nascem com a capacidade de serem racionais. O uso dessa habilidade pode ajudar as pessoas a serem menos radicais em suas opiniões políticas e religiosas e conseguir conciliar melhor suas ideias em uma sociedade cada vez mais complexa. Pinker argumenta que a racionalidade é fundamental para a tomada de decisões informadas em todas as áreas da vida, desde a política e a economia até a ciência e a tecnologia. Ele destaca que, quando as pessoas usam a razão e a lógica para avaliar as evidências e tomar decisões informadas, é mais provável que elas alcancem seus objetivos e evitem erros e falhas. Além disso, Pinker destaca que a racionalidade é importante para a nossa compreensão do mundo e da natureza. Ele argumenta que a ciência, que se baseia na racionalidade e na lógica, nos permitiu fazer descobertas incríveis sobre o universo e sobre nós mesmos. Pinker também destaca a importância da racionalidade na construção de uma sociedade justa. Ele argumenta que, quando as pessoas usam a razão e a lógica para avaliar as evidências, é mais provável que elas cheguem a decisões justas. Por fim, Pinker destaca que a racionalidade é importante para a resolução dos desafios complexos que enfrentamos hoje em dia. Ele argumenta que a tomada de decisões informadas e baseadas em evidências é fundamental para enfrentar esses desafios e garantir um futuro melhor para todos. Racionalidade de Steven Pinker resumo do Livro em resumo, Pinker destaca que a racionalidade é fundamental para a tomada de decisões informadas em todas as áreas da vida, para a nossa compreensão do mundo e da natureza, para a construção de uma sociedade justa e para enfrentar os desafios complexos que enfrentamos hoje em dia. Veja o resumo de outros livros no blog Abaixo você pode clicar para ler o resumo do Livro “Nação Dopamina” de Anna Lembke   https://yoginappacademy.com/blog/resumo-do-livro-nacao-dopamina-de-anna-lembke/   Conheça nossa Canal no YouTube com diversos vídeos  clique aqui. new RDStationForms(\'formulario-news-063d2fa096f3e3188953\', \'UA-68279709-5\').createForm();

Por que as Zebras Não Têm Úlceras - Resumo do Livro

Por que as Zebras Não Têm Úlceras – Resumo do Livro

Por que as Zebras Não Têm Úlceras - Resumo do Livro Se você já se perguntou por que as zebras não têm úlceras, você não está sozinho. Este intrigante mistério foi explorado pelo renomado cientista Robert M. Sapolsky em seu livro \"Por que as Zebras Não Têm Úlceras\". Neste resumo, vamos mergulhar nas principais ideias e conceitos apresentados neste livro fascinante, que explora a relação entre o estresse e a saúde. Para ver o vídeo com uma análise do livro CLIQUE AQUI Introdução: O Enigma das Zebras Nossa jornada começa com a pergunta fundamental: por que as zebras, apesar de enfrentarem ameaças constantes na natureza, não desenvolvem úlceras ou outros problemas de saúde relacionados ao estresse? Sapolsky nos leva a uma exploração intrigante sobre o funcionamento do corpo humano em situações estressantes. O Sistema Nervoso: Lutando ou Fugindo Sapolsky explica como o sistema nervoso desempenha um papel crucial na resposta ao estresse. Ele descreve a resposta de \"lutar ou fugir\" e como isso é vital para a sobrevivência das zebras na selva africana. Hormônios do Estresse: O Cortisol O autor nos introduz ao cortisol, o hormônio do estresse, e como ele desencadeia uma série de respostas no corpo. Descubra como o cortisol pode ser benéfico em situações de curto prazo, mas prejudicial quando cronicamente elevado. O Estresse Crônico: Um Problema Humano Sapolsky faz uma ponte entre as experiências das zebras na natureza e o estresse crônico que os humanos enfrentam. Ele explora como o estresse prolongado pode levar a uma série de problemas de saúde, incluindo úlceras, hipertensão e doenças cardíacas. O Cérebro e as Emoções A obra também analisa o papel do cérebro e das emoções na resposta ao estresse. Saiba como nossos pensamentos e sentimentos podem afetar diretamente nossa saúde. Estratégias de Enfrentamento O autor oferece insights valiosos sobre como podemos lidar com o estresse em nossas vidas diárias. Ele explora estratégias de enfrentamento eficazes e como podemos reduzir os efeitos prejudiciais do estresse em nosso corpo. Conclusão: Lições das Zebras Em seu livro \"Por que as Zebras Não Têm Úlceras\", Robert M. Sapolsky nos lembra de que, assim como as zebras, podemos aprender a gerenciar o estresse em nossas vidas. Compreender como o estresse afeta nosso corpo é o primeiro passo para viver uma vida mais saudável e equilibrada. FAQs (Perguntas Frequentes) O que torna este livro tão intrigante? Este livro é intrigante porque aborda uma pergunta fundamental sobre o estresse e a saúde de uma maneira acessível e cativante. Quais são algumas das estratégias de enfrentamento recomendadas no livro? O livro sugere estratégias como a prática de exercícios, meditação e a busca por apoio social para lidar com o estresse. Existe alguma relação entre o estresse e outras doenças além de úlceras? Sim, o estresse crônico está relacionado a uma série de problemas de saúde, incluindo doenças cardíacas e distúrbios psicológicos. Como o autor faz a conexão entre zebras e seres humanos? O autor utiliza as experiências das zebras na natureza para ilustrar os princípios fundamentais sobre como o estresse afeta os seres humanos. Onde posso encontrar o livro completo? Você pode encontrar o livro \"Por que as Zebras Não Têm Úlceras\" em livrarias locais, lojas online ou em bibliotecas. Agora que você tem um resumo deste livro fascinante, por que não mergulhar na obra completa e descobrir todos os segredos sobre o estresse e a saúde? Aprender com as zebras pode ser uma maneira surpreendente de melhorar sua qualidade de vida. new RDStationForms(\'formulario-news-063d2fa096f3e3188953\', \'UA-68279709-5\').createForm();   Quer conhecer uma Formação em Yoga fundamentada nas melhores evidências científicas disponíveis? Para baixar o Programa da Formação em Yoga 3.0 - Fundamentado nas Neurociências, clique no Botão Abaixo

Uma Análise do Livro “Uma Viagem pelo Cérebro” de Carla Tieppo

Explorando as Maravilhas do Cérebro Humano: Uma Análise do Livro \"Uma Viagem pelo Cérebro\" de Carla Tieppo Descobrindo os Segredos do Cérebro O livro \"Uma Viagem pelo Cérebro\" de Carla Tieppo oferece aos leitores uma fascinante jornada pelas complexidades do órgão mais misterioso do corpo humano: o cérebro. Nesta análise, vamos explorar os insights mais marcantes apresentados pela autora, proporcionando uma visão privilegiada das maravilhas do nosso sistema nervoso central. Desvendando os Mistérios da Mente Tieppo mergulha fundo nas profundezas do cérebro, revelando como nossos pensamentos, emoções e comportamentos são moldados por essa estrutura extraordinária. A autora desmistifica conceitos complexos, tornando a neurociência acessível e envolvente para leitores de todos os níveis de familiaridade com o assunto. Navegando Pelos Circuitos Neurais Um dos pontos altos do livro é a exploração dos intrincados circuitos neurais que compõem o cérebro humano. Tieppo guia os leitores por uma viagem fascinante através de regiões como o córtex cerebral, o hipotálamo e o cerebelo, fornecendo uma compreensão clara de como essas áreas funcionam em harmonia para regular uma ampla gama de funções cognitivas e comportamentais. Reflexões sobre a Plasticidade Cerebral Outro aspecto cativante abordado por Tieppo é a plasticidade cerebral - a capacidade do cérebro de se adaptar e reorganizar ao longo da vida. A autora ilustra vividamente como experiências, aprendizado e até mesmo lesões podem remodelar a estrutura e a função do cérebro, destacando a incrível maleabilidade desse órgão surpreendente. Considerações Finais: Uma Jornada Memorável \"Uma Viagem pelo Cérebro\" de Carla Tieppo é muito mais do que um simples livro sobre neurociência - é uma jornada emocionante através das maravilhas do órgão mais complexo do corpo humano. Com uma prosa envolvente e insights perspicazes, a autora nos leva a uma viagem inesquecível pela mente, deixando-nos maravilhados com a infinita capacidade e adaptabilidade do cérebro humano. Conclusão Em suma, \"Uma Viagem pelo Cérebro\" é uma leitura obrigatória para qualquer pessoa interessada em desvendar os segredos da mente humana. Com uma abordagem acessível e informativa, Carla Tieppo oferece uma visão fascinante do órgão mais intrigante do corpo humano, deixando os leitores com uma profunda apreciação pela complexidade e beleza do cérebro.

Respire: A nova Ciência de uma Arte perdida

Respire: A nova Ciência de uma Arte perdida

Respire: A nova Ciência de uma Arte perdida Assista o vídeo com a Sinopse do Livro - A nova Ciência de uma Arte perdida   Por que \"Respire\" é mais do que um simples livro? Descubra a ciência por trás da arte desta obra intrigante. Explorando os Segredos da Respiração Consciente A respiração, muitas vezes subestimada, é uma arte que se perdeu no turbilhão da vida moderna. Em \"Respire: A nova Ciência de uma Arte perdida,\" somos guiados por um mergulho profundo na ciência por trás dessa prática aparentemente simples, mas profundamente transformadora. A Ciência por Trás da Arte Desvendando os Benefícios Ocultos Ao explorar as páginas de \"Respire\", somos imersos em uma jornada científica que revela os benefícios muitas vezes desconhecidos da respiração consciente. Estudos recentes mostram que essa prática pode reduzir o estresse, melhorar a concentração e até mesmo fortalecer o sistema imunológico. O Poder da Respiração no Corpo e na Mente A obra não apenas explora os aspectos físicos, mas também mergulha nas complexidades da mente. Descubra como a respiração consciente pode ser uma ferramenta poderosa para acalmar a mente, aliviar a ansiedade e promover um estado geral de bem-estar. A Jornada Pessoal do Autor Entendendo a Inspiradora História por Trás de \"Respire\" Ao desbravar as palavras escritas pelo autor, somos convidados a conhecer a história inspiradora por trás de \"Respire\". Sua jornada pessoal entrelaça-se habilmente com a ciência apresentada, criando uma narrativa única e cativante. Como Incorporar a Arte da Respiração no Seu Dia a Dia Passos Práticos para uma Respiração Consciente \"Respire\" não é apenas um livro informativo, mas um guia prático para incorporar a arte da respiração consciente em sua vida diária. Aprenda passo a passo como cultivar esse hábito transformador e colher os benefícios duradouros. Conclusão: Uma Jornada Rumo ao Bem-Estar Ao concluir a exploração de \"Respire: A arte de uma Ciência perdida,\" fica claro que esta obra transcende as páginas de um livro comum. É uma jornada, uma descoberta, uma ciência perdida que encontramos e agora podemos integrar em nossas vidas para alcançar um estado mais elevado de bem-estar. Descubra por si mesmo a arte transformadora da respiração consciente, embarcando nesta jornada única através das páginas de \"Respire.\" Seja parte da revolução silenciosa que está moldando não apenas o presente, mas o futuro do nosso bem-estar físico e mental. Nota: Este artigo foi cuidadosamente redigido para oferecer informações valiosas de maneira clara e concisa. Esperamos que você se sinta inspirado a explorar o universo de \"Respire: A nova Ciência de uma Arte perdida.\"   Quer conhecer uma Formação em Yoga fundamentada nas melhores evidências científicas disponíveis? Para baixar o Programa da Formação em Yoga 3.0 - Fundamentado nas Neurociências, clique no Botão Abaixo

Antomio Damasio e sua teoria sobre a Consciência

Antomio Damasio e sua teoria sobre a Consciência

Antomio Damasio e sua teoria sobre a Consciência Antomio Damasio e sua teoria sobre a Consciência - O Neurocientista António Damásio é mais uma pedrinha no sapato daquelas pessoas que afirmam: \"mas a Ciência não é capaz de explicar a Consciência\" ??? ou dos professores de Yoga que afirmam que: \"A Consciência está acima de tudo, da mente, do cérebro e até mesmo da personalidade.\" Ou ainda: “Consciência é transcendente e está além do tempo-espaço.” Só fala isso quem nunca estudou nada sobre Neurociências. Finalizei hoje o novo livro de Damásio ?\"Sentir e Saber\" e será referência para as aulas da Formação em NeuroYoga que explicam como a consciência e a mente funcionam e como os exercícios do Yoga podem ajudar nos seus funcionamentos. Deixei uns trechinhos da entrevista do Damásio no Programa do Bial para quem quer começar a entendr o pensamento deste grande pesquisador.   View this post on Instagram   A post shared by Daniel De Nardi - NeuroYoga (@danieldenardi_neuroyoga)

As 8 Vantagens de se ler no Kindle

As 8 Vantagens de se ler no Kindle

As 8 Vantagens de se ler no Kindle Este não é um podcast patrocinado. Decidi divulgar essas vantagens, pois acho importante ajudar outras pessoas a lerem e consequentemente crescerem mais. Roberto Bolaño tem um livro chamado \"A Estrela Cadente\" em que um poeta de vanguarda que também é militar e torturador é um serial killer, que se compraz no assassinato de mulheres (como as delicadas irmãs poetas que ele visita e executa, uma das quais, aliás, sua amante), e que depois fotografa o resultado dos seus crimes para expor em uma exposição de arte. Se quiser ouvir o episódio no formato de Podcast, clique na imagem abaixo ??? https://open.spotify.com/episode/5y5Xzox1GpCmpTLrwOFYjJ   O romance insinua que a Cultura não torna alguém melhor. Na minha opinião, não necessariamente, mas de uma forma geral, a cultura ajuda sim a tornar as pessoas melhores. Há o risco de alimentando a mente com muitas referências torne-a capaz de criar narrativas internas capazes de produzir sofrimento, mas ainda assim, acredito na cultura como uma excelente ferramenta para a compreensão do mundo. Estimulando a leitura, na minha visão e na do Itaú rsrsrs estamos melhorando o mundo. O livro possui seu charme, é glamuroso ter uma estante cheia de livros para impressionar quem entra na sua casa, mas acho que o mais importante é o que essas palavras marcadas ensinaram e isso será mostrado na sua forma de pensar e se expressar e não com livros na estante. Quem já se mudou de casa, sabe que carregar os livro costuma ser o mais complicado de toda mudança.   Luz ideal; Anotações, marcações e pesquisas; Facilidade de carregar diversos livros (mudança de casa); Facilidade de compra, valores e assinatura; Tamanho e tipo da fonte; Estimativa de tempo para acabar livro/capítulo; Praticidade para segurar; Possibilidade de ler em qualquer lugar. DICA BÔNUS Poder ler em outra língua e traduzir qualquer palavra na hora.   LINKS   Página do Curso de Formação de Professores de Yoga Online https://yoginappacademy.com O que é Arte? Podcast sobre como a Arte pode funcionar como inspiração para o desenvolvimento pessoal https://yoginapp.com/o-que-e-arte-podcast-35 Estrela Distante - livro de Roberto Bolaño https://g.co/kgs/gpVJbT   Playlist com as músicas da série https://open.spotify.com/playlist/2YCabHrhxWDjZAYxdVwusa?si=6Gd5BcGSTXehDQ3xa19Iaw Perfil do Instagram do podcast IG Perfil Daniel De Nardi - NeuroYoga (@danieldenardi_neuroyoga)     Quer conhecer uma Formação em Yoga fundamentada nas melhores evidências científicas disponíveis? Para baixar o Programa da Formação em Yoga 3.0 - Fundamentado nas Neurociências, clique no Botão Abaixo

Livro: Mentes Diferentes de Erk Kandel

Livro: Mentes Diferentes de Erk Kandel

Livro: Mentes Diferentes de Erk Kandel Mentes Diferentes  - A Revolução Científica que Está Transformando a Psiquiatria - Erik Kandel Por que ler? \"Mentes Diferentes: A Revolução Científica que Está Transformando a Psiquiatria\" é um livro escrito pelo renomado neurocientista Eric R. Kandel. Existem várias razões pelas quais você pode querer ler este livro: Perspectiva Científica Autorizada: Erik Kandel é um ganhador do Prêmio Nobel em Fisiologia ou Medicina. Sua autoridade no campo da neurociência e psiquiatria oferece uma perspectiva única e confiável sobre os avanços científicos nesses campos. Entendimento das Doenças Mentais: O livro aborda a revolução científica que está ocorrendo na compreensão das doenças mentais. Ele explora como as pesquisas recentes estão lançando luz sobre as bases biológicas dessas condições, o que pode ser crucial para entender e tratar problemas de saúde mental. Abordagem Interdisciplinar: Kandel integra diferentes disciplinas, incluindo biologia, psicologia e genética, para fornecer uma visão abrangente do funcionamento do cérebro e das origens das doenças mentais. Isso pode ser especialmente valioso para quem procura uma compreensão mais holística dessas questões. Acessibilidade para Leitores Não Especializados: Apesar de seu conteúdo científico, Kandel escreve de maneira acessível para leitores não especializados. Isso significa que mesmo aqueles sem um fundo acadêmico significativo em neurociência podem entender e apreciar as ideias apresentadas. Relevância Atual: O livro provavelmente fornece informações atualizadas sobre o estado atual da pesquisa em neurociência e psiquiatria até a data de sua publicação. Isso pode ser importante para quem procura informações recentes sobre o campo. Em resumo, \"Mentes Diferentes\" pode oferecer uma visão fascinante e esclarecedora do estado atual da pesquisa em neurociência, particularmente em relação às doenças mentais, sendo uma leitura valiosa para aqueles interessados nessas áreas. Onde encontrar? No Google - LINK

LIVRO: OutLive - A arte e a ciência de viver mais e melhor - Peter Atia

LIVRO: OutLive – A arte e a ciência de viver mais e melhor – Peter Atia

LIVRO: OutLive - A arte e a ciência de viver mais e melhor - Peter Atia OutLive  - A arte e a ciência de viver mais e melhor - Peter Atia Por que ler? Outlive: A arte e a ciência de viver mais e melhor\" de Peter Attia é um livro que oferece uma abordagem abrangente sobre como viver uma vida mais longa e saudável. Aqui estão algumas razões pelas quais você pode considerar a leitura deste livro: Abordagem Científica: Peter Attia é um médico e pesquisador respeitado, e seu livro baseia-se em evidências científicas sólidas. Ele explora a ciência por trás do envelhecimento, da saúde e da longevidade, oferecendo informações fundamentadas para embasar suas recomendações. Enfoque Global: O livro não se limita apenas a conselhos sobre exercícios ou dieta; ele adota uma abordagem holística para a saúde. Attia explora aspectos físicos, mentais e emocionais da vida, abordando temas como sono, relacionamentos e bem-estar psicológico. Dicas Práticas: Além de fornecer informações baseadas em evidências, o autor também oferece dicas práticas para implementar mudanças saudáveis na vida cotidiana. Isso pode incluir conselhos sobre dieta, exercícios e estratégias para melhorar o sono. Entendimento do Processo de Envelhecimento: O livro ajuda a entender o processo de envelhecimento em um nível mais profundo. Compreender os mecanismos biológicos por trás do envelhecimento pode capacitar as pessoas a tomar decisões informadas sobre seu estilo de vida. Perspectiva Inspiradora: Attia não apenas fornece informações, mas também compartilha histórias inspiradoras e motivacionais de pessoas que adotaram mudanças em suas vidas e colheram os benefícios. Isso pode servir como incentivo para os leitores buscarem uma vida mais saudável. Onde encontrar? Na Amazon - LINK

Comporte-se | Livro de Robert Sapolsky

Comporte-se | Livro de Robert Sapolsky

Comporte-se | Livro de Robert Sapolsky Quando comecei a pesquisar sobre Neurociências perguntei a um Neurocientista qual livro eu deveria começar a ler. Ele me indicou \"Comporte-se\". Quando vi que o livro tinha quase 1000 páginas desisti e decidi começar por outros, mas após lê-lo entendi que o Neurocientista estava com a razão, se hoje alguém me pedisse uma dica de por onde começar eu também recomendaria esse livro. Comporte-se é um Livro do Professor de Stanford Robert Sapolsky. \"Comporte-se\" é um livro extenso que aborda vários aspectos do comportamento humano, incluindo a biologia e a psicologia por trás de nossas ações. Este resumo divide-se em 3 partes principais do livro.   Influências Biológicas no Comportamento Humano A primeira parte de \"Comporte-se\" de Robert Sapolsky explora profundamente as influências biológicas em nossos comportamentos. Sapolsky argumenta que muitos de nossos comportamentos são influenciados por fatores biológicos, incluindo a genética, a neuroquímica e a neuroanatomia. Por exemplo, ele discute como certos genes podem influenciar nossa personalidade, habilidades cognitivas e predisposições para doenças mentais. Ele também explora como os neurotransmissores, como a dopamina e a serotonina, podem afetar nossos comportamentos, como o prazer e a felicidade, bem como a impulsividade e a agressão. Além disso, Sapolsky aborda como as experiências precoces, como a infância e a adolescência, podem moldar nossa neuroanatomia e influenciar nossa resposta a estressores na vida adulta. Ele discute como o estresse crônico pode afetar negativamente o hipocampo e a amígdala, partes importantes do cérebro envolvidas na memória e na regulação das emoções. Sapolsky também explora como os hormônios, como a testosterona e o cortisol, podem influenciar nossos comportamentos e emoções. Por exemplo, ele discute como a testosterona pode afetar a agressividade e a competição, enquanto o cortisol pode ser liberado em resposta ao estresse e afetar negativamente nossa saúde mental e física. Em resumo, a primeira parte de \"Comporte-se\" enfoca as influências biológicas em nossos comportamentos e como fatores como a genética, a neuroquímica e a neuroanatomia podem moldar nossas ações e emoções.   Influências do Ambiente no Comportamento Humano A 2ª parte do resumo de \"Comporte-se\" trata de algo que muitas vezes é negligenciado quando pensamos em comportamento - a influência do ambiente e da cultura nas nossas decisões. Tendemos a achar que com a vontade podemos mudar tudo, que somos livres e independentes, mas se você não atenta para o quanto o ambiente que você cresceu influencia até mesmo sua ideia de liberdade, você estará sempre iludido por uma imagem autocentrada. Como se você fosse o centro de tudo e o ambiente apenas o lugar que você vive. E se fosse o contrário? Você é apenas consequência do ambiente? Acredito que exista um meio termo nesse conceito, mas jamais podemos nos ver como controladores de tudo ou que nossa vontade pode suplantar qualquer deicisão! A segunda parte de \"Comporte-se\" de Robert Sapolsky concentra-se em como a cultura e o ambiente moldam nossos comportamentos. Sapolsky argumenta que, embora nossos cérebros e corpos possam ter uma in Além disso, Sapolsky aborda como a cultura pode influenciar nossa saúde mental e física. Ele discute como as diferenças culturais podem afetar a expressão de certas doenças mentais, bem como a maneira como lidamos com o estresse e a dor. Ele também explora como fatores como a pobreza, o racismo e a desigualdade podem afetar negativamente nossa saúde física e mental.   fluência biológica em nossos comportamentos, a cultura e o ambiente em que vivemos também desempenham um papel fundamental. Sapolsky explora como fatores como a religião, a classe social, a política e a história podem moldar nossos comportamentos de maneiras profundas e muitas vezes não reconhecidas. Ele discute como a religião pode influenciar nossas crenças e comportamentos, como a política pode moldar nossas opiniões e ações e como a história pode afetar nossas percepções e comportamentos em relação a outras pessoas. Sapolsky também discute como nossos comportamentos são moldados por nossas experiências individuais e como fatores como a educação e a mídia podem influenciar nossas ações e opiniões. Ele explora como a mídia pode moldar nossas percepções de outras pessoas e grupos e como a educação pode influenciar nossa compreensão do mundo e nossa capacidade de tomar decisões informadas. Em resumo, a segunda parte de \"Comporte-se\" enfoca como a cultura e o ambiente moldam nossos comportamentos e como fatores como a religião, a política, a história e a educação podem influenciar nossas percepções e ações.   A Complexidade do Comportamento Humano Na 3ª e última parte do resumo trata-se de entender que o comportamento humano é algo extremamente complexo, porque não existe uma área exata do cérebro que produz determinadas reações, assim como não existe uma resposta exata para cada estímulo. A questão central do comportamento é o CONTEXTO em que ele acontece. É possível aprimorar os hábitos a medida que se entende como eles são processados, mas comportamento humano está muito longe de ser uma ciência exata que possui uma fórmula mágica. Alguém que vende a ideia que \"hackeou o comportamento humano\" certamente está iludido, pois a quantidade de variáveis que influenciam cada decisão está muito longe de serem compreendidas em sua totalidade. Eu acredito em conhecimento e acredito em autoconhecimento, mas não acredito em fórmulas ou caminhos pré-determinados para isso. A terceira parte de \"Comporte-se\" de Robert Sapolsky explora a complexidade dos comportamentos humanos e como a interação entre diferentes fatores biológicos, culturais e ambientais pode moldar nossas ações e emoções. Sapolsky argumenta que os comportamentos humanos não são determinados por uma única causa, mas sim por uma interação complexa de fatores biológicos, culturais e ambientais. Ele explora como a plasticidade do cérebro humano permite que nossos comportamentos mudem ao longo do tempo em resposta às nossas experiências. Além disso, Sapolsky aborda como a tomada de decisões pode ser influenciada por fatores como a emoção, a memória e a cognição. Ele discute como a emoção pode afetar nossas decisões e como a memória pode influenciar nossa percepção de eventos passados. Ele também explora como fatores como a cognição e a tomada de decisões podem ser afetados por fatores como a idade, a saúde mental e a experiência. Sapolsky também discute como a complexidade dos comportamentos humanos torna difícil a previsão e a explicação de certos comportamentos. Ele explora como fatores como a cultura, a experiência individual e a interação social podem influenciar nossas ações de maneiras que não podem ser facilmente explicadas por fatores biológicos. Em resumo, a terceira parte de \"Comporte-se\" enfoca a complexidade dos comportamentos humanos e como a interação entre diferentes fatores biológicos, culturais e ambientais pode moldar nossas ações e emoções. Sapolsky destaca a plasticidade do cérebro humano e como isso nos permite mudar e adaptar nossos comportamentos ao longo do tempo. Ele também reconhece a dificuldade em explicar e prever certos comportamentos devido à complexidade e interação de múltiplos fatores.   new RDStationForms(\'formulario-news-063d2fa096f3e3188953\', \'UA-68279709-5\').createForm();