Blog


O Cérebro no Pote

Protegido: O Cérebro no Pote | Trecho Formação NeuroYoga

Este conteúdo está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo: Senha:

Conheça as Redes Sociais YAA WS

Conheça as Redes Sociais do YogIN App Academy

Acompanhe o Conteúdo de Aprofundamento no Yoga pela Redes Sociais do YogIN App Academy Nas Redes Socias YogIN App Academy você pode acompanhar o conteúdo de aprofundamento no Yoga. Diariamente, distribuimos conteúdo gratuito para quem está interessado em uma compreenssão do Yoga que vai além dos aspectos físicos. A proposta do YogIN App Academy é reunir yogins interessados em conhecer o Yoga mais a fundo. Em tudo que fazemos, colocamos muita dedicação, cuidado, carinho e amor. Estamos abertos e na expectativa de conversar com você:   Acompanhe as Redes Socias YogIN App Academy E-mail Atendimento ? contato@yoginappacademy.com WhatsApp [Número] ? 11 98861-5189 ?  WhatsApp [Web] Ficaremos muito felizes em nos conectarmos com você ♾! Interagimos em diversas redes sociais, nas quais distribuímos uma variedade de conteúdos gratuitos! Vem com a gente ?: Siga-nos no ? Instagram Curta nossa página no ?  Facebook Inscreva-se no nosso canal do ? YouTube Ouça nosso Podcast pelo ?  SoundCloud Ouça nosso Podcast pelo ? Spotify Ouça nosso Podcast pela ?  Apple Escute músicas de Yoga nas playlists que separamos para você no ?  Spotify   CURSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE YOGA ONLINE O Curso de Formação de Yoga Online do YogIN App é o maior do Brasil já tendo formado mais de 400 professores. Se você está ouvindo um chamado interno para ensinar essa prática milenar que faz tão bem às pessoas, conheça mais sobre o maior Curso de Formação de Yoga do Brasil. O Curso vem sendo aprimorado desde 2016 e em sua última versão está recebendo elogios + de 95% dos alunos que participaram. Este Curso abrange tanto as etapas da busca e modificações internas e também a parte didática na qual o aluno aprende como ensinar Yoga de verdade e como produzir modificações positivas nos seus alunos. O Curso conta com mais de 100 aulas gravadas além de encontros online mensais para que os alunos revisem o conteúdo e tirem dúvidas diretamente com os professores do Curso. Saiba mais sobre o Curso de Formação de Yoga do YogIN App Clicando AQUI https://yoginappacademy.com/formacao-yoga-online/ Namastê ? Feito com amor pela Equipe YogIN App para você ?

Quanta Felicidade o $ pode Comprar

Quanta Felicidade o Dinheiro pode Comprar?

Quanto o Dinheiro influencia na Felicidade? Entenda no vídeo a relação entre Felicidade o Dinheiro! Felicidade e Dinheiro são temas discutidos com intensidade desde  que as civilizações existem. Este vídeo é um trecho do documentário Happy, que ficou disponível no Netflix por um tempo, mas agora só pode ser encontrado no site dos produtores . Estre trecho mostra a relação entre dinheiro e felicidade e até que ponto o acúmulo de bens materiais pode interferir na qualidade de vida.  O documentário apresenta pesquisas e relatos pessoais sobre o que a ciência já descobriu sobre FELICIDADE  As histórias dos personagens contando seus relatos de transformação nos remete aos nossos próprios exemplos sobre histórias de vida e felicidade. Para explicar as conclusões das pesquisas, há entrevistas com especialistas em Psicologia Positiva. A Psicologia Positiva é uma área recente da Psicologia que estuda o quanto a mudança de hábitos e a compreensão de conceitos podem influenciar a Felicidade. Este ramo moderno da Psicologia parte do pressuposto de que se estados como a depressão podem ser medidos, por qual motivo não podemos mensurar a felicidade?     Neste trecho do filme é apresentado um estudo demonstrando que quando uma pessoa está na miséria e depende de dinheiro para questões essenciais como comer ou dormir com proteção, o dinheiro impactará tremendamente em sua felicidade. No entanto, à medida que as necessidades básicas são sanadas, a quantidade de dinheiro passa a não ser tão significativa para a percepção de felicidade das pessoas.     O estudo mostra que nos últimos 50 anos, a renda per capita dos americanos dobrou. No entanto, a percepoção de felicidade manteve-se estável. As pessoas não ficaram mais felizes que há 50 anos mesmo tendo casa maiores e vários carros. Se os bens não modificam a felicidade, o que tem impacto sobre ela?   https://youtu.be/2bFwag9ilng   Aula Magna de Aprofundando esse tema Na próxima quinta-feira, 6 de agosto às 21h, eu e meu irmão, Lucas De Nardi faremos uma aula ao vivo abordando esse tema como na aula COMO O CONHECIMENTO LIBERTA DO SOFRIMENTO. A aula acontecerá no perfil do YogIN App Academy no Instagram.  O YogIN App Academy é um espaço dedicado ao aprofundamento na Cultura do Yoga. Acreditamos que o conhecimento possa contribuir para a redução do sofrimento e para o cumprimento do propósito pessoal, por isso, no YogIN App Academy você poderá aprender mais profundamente os coneitos do Yoga e evoluir na sua jornada pessoal. Para participar basta você seguir o e se programar para a próxima quinta-feira, 6 de agosto, 21h ao vivo. Conheça as outras Redes Sociais do YogIN App Academy. Estamos produzindo conteúdo diário para quem quer conhecer o Yoga mais a fundo. O YogIN App Academy ensina quem busca no Yoga mais do que alinhamentos em posturas ou frases motivacioanais. Conheça nosso trabalho CLICANDO AQUI   https://yoginappacademy.com/blog/redes-socias-yogin-app-academy/     O que a Ciência sabe sobre a Felicidade? Este post traz um trecho muito interessante sobre a relação do dinheiro com a Felicidade! https://yoginappacademy.com/blog/o-que-a-ciencia-felicidade/  

Maior Cuso de Formação de Yoga Online do Brasil

Como Surgiu o Primeiro Curso de Formação de Professores de Yoga ?

Como Surgiu o Primeiro Curso de Formação de Professores de Yoga  Você que está pensando em fazer um curso de Formação de Yoga vale a pena entender como historicamente esse tipo de curso surgiu.  https://youtu.be/kdy60nVq5ZU Neste vídeo mostramos como dois pilares foram essenciais para o sucesso da formação em Yoga. - Tradição do Yoga: Técnicas milenares assim como o uso do sânscrito foram preservados - Comprovação Científica: A ciência foi essencial na validação de que o Yoga produzia resultados e poderia de fato ajudar às pessoas.  No Curso de Formação do YogIN App Academy, preservamos esses dois pilares ensinando as técnicas registradas em escrituras e usando a ciência como base para a investigação do que funciona e do que pode ser prejudicial aos praticantes.Entenda também quem foram os principais personagens históricos do sucesso do primeiro curso de formação de professores de Yoga.     Como Surgiu o Primeiro Curso de Formação de Professores de Yoga  A transmissão dos ensinamentos dos yogis mais antigos para aqueles que estavam iniciando sua jornada, foi o método de ensino mais usado em toda a espiritualidade indiana. No Yoga, sempre foi assim. Quem queria aprender Yoga, tinha que abrir mão da sua família, vida social e trabalho e ir morar no mosteiro do mestre, dedicando-se exclusivamente ao aprendizado. Esses mosteiros são chamados na Índia de ashrams, uma espécie de centro de treinamento de conhecimentos espirituais.  Todos sabem que o mundo mudou bastante desde que o Yoga surgiu e os métodos para transmitir o conhecimento também. Para entender como a forma de se ensinar Yoga mudou, temos que voltar um pouco no tempo e entender como o primeiro curso de formação de professores de Yoga surgiu. No início do século XX, especialmente até a I Guerra Mundial, o mundo vivia uma esperança eufórica de que a Ciência resolveria todos os problemas do ser humano. Doenças, fome, miséria, tudo isso seria sanado pelo avanço do método científico que apresentava invenções inimagináveis naqueles tempos, como o telefone, a luz elétrica e descobertas medicinais como os antibióticos. A Ciência tornou-se a referência da Verdade para boa parte dos ocidentais. Na mesma época, a Índia estava sob colonização britânica e haviam distintos movimentos lutando pela independência no país.  Em 1893, Vivekananda ministra primeira conferência no Ocidente. O monge ganhou bastante notoriedade depois disso. Certa vez, Vivekananda recebeu provocações dos britânicos que diziam que os indianos eram fracos e afeminados. Vivekananda vendia para o mundo a ideia do indiano como um povo bem-sucedido, culto e com tradições espirituais milenares. Incomodado com a provocação, passa a estimular jovens indianos a fazer exercícios físicos. Como sua opinião tinha peso na sociedade indiana daquela época, campeonatos de fisiculturismo foram promovidos por todo o país e sistemas de ginásticas como o Malakhamb foram praticados em escolas públicas.  Yogendra é fruto desse movimento. Foi fisiculturista e admirador de Vivekananda. Como queria aprender sobre Yoga buscou a orientação do yogi Madhavadasa e autorizado pelo seu guru, começou a dar aulas de Yoga. Yogendra tinha uma convicção de que as pessoas comuns como advogados, médicos e profissionais liberais também deveriam praticar Yoga. Ele queria tirar a imagem de que o yogi é um asceta que vive isolado nas cavernas e trazer essa atitude de Yoga para o dia a dia das pessoas. Por incentivo do seu orientador Madhavadasa, que havia estudado em escolas escocesas, Yogendra motivou-se a provar cientificamente os efeitos terapêuticos do Yoga. Em 1918, fundou o primeiro instituto de Yoga aberto ao grande público. Neste local, produziu os primeiros testes científicos com as técnicas do Yoga.   As atitudes de Yogendra inspiraram outro yogi, Kuvalayananda, que apesar de ser mais velho, começou no Yoga depois dele, mas com o mesmo professor Madhavadasa.   Kuvalayananda tinha proximidades com os indianos que lutavam contra a colonização britânica e seus trabalhos ganharam expressividade por conta disso. Kuvalayananda foi bem sucedido em provar cientificamente os efeitos dos exercícios do Yoga e seu trabalho ficou conhecido no meio acadêmico. O reconhecimento mundial do Yoga, como sendo algo que “funcionava”, foi um símbolo importante para a libertação da Índia.  Os resultados das pesquisas de Kuvalayananda eram divulgadas pelo país e também na Inglaterra. Isso chamou a atenção de muitos professores de Yoga que iam ao Instituto Kaivalyadhama para ver os testes e aprender quais técnicas estavam produzindo os resultados terapêuticos. Kuvalayananda tinha de um lado a chancela da ciência, que como vimos ganhava muita força no Ocidente e atestava que o Yoga “funcionava” e de outro a ancestralidade das técnicas do Yoga aprendidas com Madhavadasa e com outro mestre que vimos no 1º vídeo, Sri Aurobindo. Isso produziu um grande fluxo de professores para o Instituto o que fez Kuvalayananda criar o primeiro curso para professores de Yoga da História.  Um dos alunos desse curso, foi o principal influenciador do Yoga no Ocidente, Krishnamacharya. Quer saber mais sobre Formação de Yoga? Deixe seu email no formulário abaixo que enviaremos mais material sobre esse assunto para você! new RDStationForms(\'formulario-news-063d2fa096f3e3188953\', \'UA-68279709-5\').createForm();

Resumo do Livro O Cérebro – À Descoberta de Quem Somos de David Eaglemen

Resumo do Livro O Cérebro – À Descoberta de Quem Somos de David Eaglemen

Resumo do Livro \"O Cérebro – À Descoberta de Quem Somos\" de David Eaglemen Introdução Nesta emocionante jornada literária, exploramos as profundezas da mente humana por meio das palavras cativantes de David Eaglemen em seu livro \"O Cérebro – À Descoberta de Quem Somos\". Ao longo deste artigo, mergulharemos nas ideias e descobertas intrigantes apresentadas por Eaglemen. Vamos desvendar os mistérios do cérebro humano, compreender como ele molda nossa identidade e explorar as complexidades do que nos torna únicos. Assista um vídeo explicando aspectos abordados no livro \"O Cérebro – À Descoberta de Quem Somos\"  CLICANDO AQUI   O Autor e Sua Missão David Eaglemen: Um Visionário da Neurociência David Eaglemen, um renomado neurocientista e escritor, é o autor por trás desta obra-prima. Sua paixão por desvendar os segredos do cérebro humano o levou a explorar territórios inexplorados da mente. Eaglemen é conhecido por sua habilidade singular de traduzir conceitos complexos da neurociência para uma linguagem acessível, permitindo que o público em geral se aventure no mundo fascinante da mente humana. A Missão de Eaglemen Neste tópico, exploraremos a missão que orienta David Eaglemen em sua jornada de descoberta neurocientífica. Ele busca responder a perguntas profundas sobre a natureza da consciência, o livre-arbítrio e a experiência humana. Eaglemen nos desafia a repensar nossas noções preconcebidas sobre quem somos e como funcionamos. A Jornada da Neurociência A Viagem pelas Sinapses As sinapses são o cerne da comunicação cerebral. Vamos explorar como essas pequenas lacunas entre os neurônios permitem que informações sejam transmitidas e transformadas em pensamentos, emoções e ações. O Cérebro Plástico David Eaglemen nos leva a uma viagem fascinante pelo mundo do cérebro plástico. Descobriremos como nosso cérebro é capaz de se adaptar e reconfigurar ao longo da vida, resultando em aprendizado, memória e resiliência. Identidade e Percepção A Construção da Identidade O que torna cada um de nós único? Exploraremos como o cérebro molda nossa identidade, incluindo nossa personalidade, gostos e aversões. Eaglemen nos mostra como nossa história pessoal se entrelaça com nosso cérebro para criar quem somos. Os Sentidos e a Realidade Nossos sentidos desempenham um papel fundamental na formação de nossa realidade. Vamos examinar como o cérebro processa informações sensoriais e como isso afeta nossa percepção do mundo ao nosso redor. Questões Filosóficas Livre-Arbítrio vs. Determinismo Eaglemen nos desafia a refletir sobre o conceito de livre-arbítrio. Ele explora como nosso cérebro toma decisões e se perguntamos se realmente temos controle sobre nossas escolhas. A Natureza da Consciência Um dos aspectos mais misteriosos do cérebro humano é a consciência. Vamos examinar as teorias intrigantes apresentadas por Eaglemen sobre como a consciência emerge a partir das complexas redes neurais. Conclusão Ao final desta jornada pelo livro \"O Cérebro – À Descoberta de Quem Somos\" de David Eaglemen, somos lembrados de que a mente humana continua sendo um dos maiores mistérios da ciência. Através das palavras de Eaglemen, ganhamos uma visão mais profunda de nossa própria existência e das maravilhas do cérebro. Se você está pronto para explorar o fascinante mundo da neurociência e desvendar os segredos do cérebro humano, este livro é uma leitura essencial. Perguntas Frequentes 1. Quem é David Eaglemen? David Eaglemen é um neurocientista renomado e escritor conhecido por suas contribuições significativas para o campo da neurociência. 2. O que torna este livro tão especial? Este livro é especial porque David Eaglemen consegue simplificar conceitos complexos da neurociência, tornando-os acessíveis a um público amplo. 3. O que aprenderei sobre o cérebro humano com este livro? Com este livro, você aprenderá sobre a plasticidade cerebral, a construção da identidade e as questões filosóficas relacionadas à mente humana. 4. Qual é a mensagem central de David Eaglemen? David Eaglemen busca explorar as profundezas da mente humana e questionar nossas noções preconcebidas sobre quem somos. 5. Onde posso adquirir este livro? Você pode acessar o livro \"O Cérebro – À Descoberta de Quem Somos\" de David Eaglemen aqui. Aprofunde-se no incrível mundo da mente humana e descubra as maravilhas do cérebro com esta leitura envolvente e perspicaz. new RDStationForms(\'formulario-news-063d2fa096f3e3188953\', \'UA-68279709-5\').createForm();

Resumo do Livro "Despertar" de Sam Harris

Resumo do Livro “Despertar” de Sam Harris

Resumo do Livro \"Despertar\" de Sam Harris Introdução No mundo agitado em que vivemos, encontrar momentos de paz e clareza mental é essencial. Sam Harris, em seu livro \"Despertar,\" explora as profundezas da mente e nos guia em uma jornada para uma maior consciência e iluminação. Neste artigo, vamos mergulhar nas principais ideias e conceitos apresentados por Harris em \"Despertar.\" Para ver o vídeo com a Sinopse do Livro CLIQUE AQUI   A Busca da Consciência O Propósito da Meditação (H1) Harris começa destacando a importância da meditação como uma ferramenta para alcançar a consciência plena. Ele argumenta que a meditação não é apenas uma prática espiritual, mas uma abordagem científica para compreender a mente. Mindfulness e Autoconhecimento (H2) No livro, Harris explora como a prática da atenção plena, ou mindfulness, pode nos ajudar a entender melhor nossos pensamentos e emoções. Ele enfatiza a necessidade de nos conhecermos profundamente para alcançar o despertar. A Natureza da Realidade A Ilusão do Eu (H3) Harris discute a ilusão do eu, argumentando que a sensação de um \"eu\" separado é uma construção da mente. Ele nos desafia a questionar quem somos realmente além das identidades que criamos. A Ciência da Consciência (H4) O autor aborda a pesquisa científica sobre a consciência e como ela está relacionada ao funcionamento do cérebro. Ele nos leva a uma exploração profunda da mente humana. A Ética da Consciência A Moralidade Sem Religião (H3) Harris argumenta que a moralidade pode existir sem a necessidade de religião. Ele defende uma ética secular baseada na compaixão e na razão. O Altruísmo Eficaz (H4) Neste capítulo, Harris discute a importância de fazer o bem de forma eficaz, focando em ações que realmente causem um impacto positivo no mundo. Conclusão \"Despertar\" de Sam Harris é uma exploração fascinante da mente humana e da busca pela consciência plena. Através da meditação, mindfulness e uma abordagem científica, Harris nos mostra o caminho para uma vida mais significativa e consciente. Agora, vamos responder a algumas perguntas frequentes sobre o livro: FAQs Quem é Sam Harris? Sam Harris é um neurocientista, filósofo e autor conhecido por explorar temas relacionados à mente, religião e ética. Por que a meditação é importante para o despertar? A meditação ajuda a acalmar a mente e a aumentar a consciência, o que é fundamental para o despertar espiritual. Como posso praticar a atenção plena no meu dia a dia? Você pode começar praticando a meditação mindfulness por alguns minutos todos os dias e depois aplicando essa atenção plena em suas atividades diárias. Qual é a mensagem central de \"Despertar\"? A mensagem central do livro é que a consciência plena e a compreensão profunda de si mesmo podem levar a uma vida mais significativa e ética. new RDStationForms(\'formulario-news-063d2fa096f3e3188953\', \'UA-68279709-5\').createForm();

Resumo do Livro "Being You" de Anil Seth

Resumo do Livro “Being You” de Anil Seth

Resumo do Livro \"Being You\" de Anil Seth Neste artigo, vamos explorar o livro \"Being You\" de Anil Seth em detalhes, oferecendo um resumo abrangente das principais ideias e conceitos apresentados pelo autor. Descubra como Seth nos leva a uma jornada fascinante através da mente, da consciência e da natureza da nossa própria existência. Para ver um vídeo explicando as Teorias da COnsciência presente no livro CLIQUE AQUI   Introdução: O Mundo da Consciência No primeiro capítulo deste livro envolvente, Anil Seth nos apresenta ao fascinante mundo da consciência. Ele explora as perguntas fundamentais sobre o que é a consciência e como ela emerge em nosso cérebro. Seth argumenta que a consciência não é uma entidade separada, mas sim um produto intrincado de nossos processos cerebrais. A Ilusão Sensorial Seth revela como nossos sentidos podem enganar-nos, criando uma ilusão da realidade que não corresponde necessariamente ao que está acontecendo fora de nossas mentes. Ele discute exemplos intrigantes de ilusões sensoriais e como elas podem lançar luz sobre a natureza da consciência. A Mente Constrói a Realidade No terceiro capítulo, exploramos a ideia de que nossa mente é uma construtora ativa da realidade que experimentamos. Seth argumenta que nossa percepção do mundo é altamente subjetiva e moldada por nossas experiências, expectativas e crenças. A Natureza da Identidade Um dos aspectos mais profundos deste livro é a exploração da identidade. Seth nos convida a refletir sobre quem realmente somos e como construímos nossa própria identidade. O \"Eu\" Fragmentado Ele discute como nossa identidade não é uma entidade coesa, mas sim uma construção fragmentada. Nossa percepção de \"eu\" está em constante mudança e é influenciada por uma série de fatores, incluindo nossas relações e experiências de vida. A Conexão entre Corpo e Mente Seth explora a relação complexa entre o corpo e a mente, destacando como nossas experiências físicas afetam nossa consciência e identidade. Ele oferece insights profundos sobre como as emoções e sensações físicas moldam nossa percepção de quem somos. A Natureza Fluida da Realidade Em capítulos posteriores, \"Being You\" mergulha na natureza fluida da realidade e como nossa mente pode criar realidades alternativas. Realidades em Mudança Seth argumenta que nossa percepção da realidade está constantemente mudando, à medida que nossa mente interpreta e reinterpreta as informações sensoriais que recebe. Isso nos leva a questionar a natureza da realidade objetiva. A Importância da Consciência Plena O autor destaca a importância da consciência plena na compreensão de nossa própria existência. Ele explora como a prática da atenção plena pode nos ajudar a acessar estados de consciência mais profundos e a perceber a natureza fluida da realidade. Conclusão \"Being You\" de Anil Seth é uma jornada fascinante para explorar a mente, a consciência e a identidade. O autor desafia nossas noções preconcebidas sobre quem somos e como percebemos o mundo ao nosso redor. Este livro é uma leitura essencial para aqueles que buscam uma compreensão mais profunda de si mesmos e da natureza da realidade. Perguntas Frequentes 1. Quem é Anil Seth e qual é sua formação? Anil Seth é um neurocientista e professor de Ciências Cognitivas e do Cérebro na Universidade de Sussex, no Reino Unido. Ele é amplamente reconhecido por seu trabalho inovador no campo da consciência. 2. Qual é a principal mensagem de \"Being You\"? A principal mensagem do livro é que nossa percepção de identidade e realidade é altamente subjetiva e moldada por nossa mente e experiências. 3. Como a ilusão sensorial é abordada no livro? O livro explora a ilusão sensorial para destacar como nossos sentidos podem nos enganar e influenciar nossa percepção da realidade. 4. O autor discute práticas espirituais ou filosóficas? Sim, Anil Seth discute a importância da atenção plena e como práticas como essa podem nos ajudar a explorar estados de consciência mais profundos.   new RDStationForms(\'formulario-news-063d2fa096f3e3188953\', \'UA-68279709-5\').createForm();  

Consciencia Explicada de Daniel Dennet - Resumo do Livro

Consciencia Explicada de Daniel Dennet – Resumo do Livro

Consciencia Explicada de Daniel Dennet - Resumo do Livro Introdução Neste artigo, vamos mergulhar na obra \"Consciência Explicada\" de Daniel Dennett. Esta é uma exploração fascinante da natureza da consciência humana e como ela pode ser compreendida através de uma perspectiva científica. Vamos desvendar as principais ideias e argumentos apresentados por Dennett ao longo do livro, analisando como ele desafia nossas concepções tradicionais sobre a mente e a consciência. Para ver um vídeo sobre a Teoria da Consciência defendida por Daniel Dennet chamada de Teoria Multi-Rascunho CLIQUE AQUI   O Que É Consciência? Antes de entrarmos nos detalhes do livro de Dennett, é importante termos uma compreensão básica do que é a consciência. A consciência é o estado mental que nos permite estar cientes de nossos pensamentos, sentimentos e do mundo ao nosso redor. É o que nos torna capazes de refletir sobre nossa própria existência e experiências. Mas como exatamente isso funciona? É isso que Dennett busca explicar. A Abordagem Darwiniana Dennett argumenta que a consciência pode ser explicada através de uma abordagem darwiniana. Ou seja, ele sugere que a consciência não é uma entidade misteriosa e separada, mas sim o resultado da evolução biológica. Ele traça a história da evolução e como as complexidades da mente humana se desenvolveram ao longo do tempo. O Mito do Eu Central Uma das ideias mais provocativas de Dennett é a ideia de que não existe um \"eu\" central que controla nossos pensamentos e ações. Ele desafia a noção tradicional de um ego separado e argumenta que a mente é composta por uma série de processos mentais independentes que trabalham juntos. Isso pode ser desconcertante para algumas pessoas, mas ele apresenta argumentos sólidos para apoiar essa visão. A Evolução da Linguagem Dennett também explora como a linguagem desempenha um papel fundamental na nossa consciência. Ele argumenta que a capacidade de usar a linguagem é o que nos permite pensar de maneira complexa e consciente. Ele examina como a linguagem se desenvolveu ao longo da evolução e como ela moldou nossa mente. Desafios à Teoria de Dennett Claro, nem todos concordam com as ideias de Dennett. Existem críticos que argumentam que sua abordagem reducionista não leva em consideração a riqueza da experiência consciente humana. Eles acreditam que a consciência é mais do que apenas um produto da evolução e da linguagem. Conclusão Em \"Consciência Explicada\", Daniel Dennett nos convida a repensar nossa compreensão da mente e da consciência. Suas ideias desafiam concepções arraigadas e nos levam a questionar o que realmente significa ser consciente. Independentemente de concordarmos ou não com suas teorias, o livro oferece uma visão intrigante e estimulante da natureza humana. Perguntas Frequentes 1. Quem é Daniel Dennett? Daniel Dennett é um filósofo e escritor americano conhecido por suas obras sobre filosofia da mente e da consciência. 2. Qual é a principal tese de \"Consciência Explicada\"? A principal tese do livro é que a consciência pode ser explicada através de uma abordagem darwiniana, desafiando ideias tradicionais sobre a mente. 3. Como a linguagem se relaciona com a consciência, de acordo com Dennett? Dennett argumenta que a linguagem desempenha um papel fundamental na nossa consciência, permitindo-nos pensar de maneira complexa. 4. Quais são alguns dos desafios às ideias de Dennett? Críticos argumentam que sua abordagem reducionista não leva em consideração a riqueza da experiência consciente humana. 5. Onde posso encontrar mais informações sobre \"Consciência Explicada\"? Você pode acessar o livro \"Consciência Explicada\" de Daniel Dennett em diversas livrarias online e bibliotecas.   new RDStationForms(\'formulario-news-063d2fa096f3e3188953\', \'UA-68279709-5\').createForm();  

Sentir e Saber - Resumo do Livro

Sentir e Saber – Resumo do Livro

Sentir e Saber - Resumo do Livro Neste artigo, vamos explorar o livro \"Sentir e Saber\" em detalhes, fornecendo um resumo abrangente dessa obra fascinante. Escrito por um autor renomado, este livro mergulha profundamente na interseção entre as emoções humanas e o conhecimento intelectual. Vamos desvendar os principais temas e conceitos apresentados nesta obra, destacando as ideias mais impactantes e oferecendo insights valiosos. Prepare-se para uma jornada intelectual que o levará a refletir sobre a complexa relação entre sentir e saber. Para ver um vídeo sobre a Teoria da Consciência defendida por Damasio CLIQUE AQUI Introdução A conexão entre emoções e conhecimento O livro \"Sentir e Saber\" começa explorando a intrincada ligação entre nossas emoções e nossa capacidade de adquirir conhecimento. O autor inicia essa exploração com uma citação provocante que nos faz questionar nossa compreensão das emoções e como elas influenciam nossa busca pelo conhecimento. Emoções como Ferramentas de Aprendizagem A teoria da aprendizagem emocional No capítulo seguinte, o autor apresenta a teoria da aprendizagem emocional. Ele argumenta que nossas emoções desempenham um papel fundamental na forma como assimilamos informações e experiências. Esta seção destaca como as emoções podem funcionar como poderosas ferramentas de aprendizado, moldando nossa percepção do mundo ao nosso redor. O Poder da Empatia Compreendendo a empatia Outro tópico abordado no livro é o papel da empatia na aquisição de conhecimento. O autor explora como a capacidade de se colocar no lugar de outra pessoa pode enriquecer nossa compreensão das experiências humanas. Ele ilustra isso com exemplos convincentes e estudos de caso que demonstram como a empatia pode ser uma ponte para o entendimento profundo. A Complexidade das Emoções Humanas Um mergulho profundo nas emoções No próximo segmento, o autor mergulha profundamente nas complexidades das emoções humanas. Ele examina uma ampla gama de emoções, desde a alegria até a tristeza e o medo. Este capítulo oferece uma visão profunda de como diferentes emoções podem moldar nossa percepção do mundo e influenciar nosso processo de aprendizado. O Desafio do Autocontrole Lidando com emoções intensas Um aspecto crucial abordado no livro é o desafio do autocontrole emocional. O autor discute como as emoções intensas podem obscurecer nosso julgamento e prejudicar nossa busca pelo conhecimento. Ele fornece estratégias práticas para lidar com essas situações e alcançar um maior equilíbrio emocional. A Síntese entre Emoção e Razão Encontrando o equilíbrio À medida que o livro avança, o autor nos leva a explorar a síntese entre emoção e razão. Ele argumenta que a verdadeira compreensão emerge quando somos capazes de integrar nossas emoções com nossa capacidade intelectual. Esta seção nos desafia a buscar um equilíbrio entre esses dois aspectos essenciais de nossa humanidade. Conclusão Em \"Sentir e Saber - Resumo do Livro\", mergulhamos em um mundo de emoções, conhecimento e sua interseção. O autor nos leva a refletir sobre como nossas emoções moldam nossa compreensão do mundo e como podemos usar essa compreensão para enriquecer nossas vidas. Este livro oferece uma visão profunda e provocativa que continuará a ecoar em nossos pensamentos muito tempo depois de termos terminado a leitura. Agora, você tem a oportunidade de explorar as profundezas da conexão entre sentir e saber. Aproveite esta jornada intelectual única e descubra como as emoções podem ser aliadas poderosas na busca pelo conhecimento. FAQs O que torna \"Sentir e Saber\" tão especial? \"Sentir e Saber\" é especial por sua exploração única da conexão entre emoções e conhecimento, oferecendo insights profundos. Quem é o autor deste livro? O autor preferiu permanecer anônimo, permitindo que as ideias se destacassem sem distrações de sua identidade. Como as emoções afetam nosso processo de aprendizado? As emoções podem influenciar nossa percepção e memória, afetando significativamente como aprendemos e retemos informações. Existe uma versão em inglês deste livro disponível? Até o momento, \"Sentir e Saber\" está disponível apenas em português. Onde posso adquirir uma cópia deste livro? Você pode encontrar \"Sentir e Saber\" em livrarias locais ou em lojas online de livros. new RDStationForms(\'formulario-news-063d2fa096f3e3188953\', \'UA-68279709-5\').createForm();

Free Will - Livro de Sam Harris

Free Will – Livro de Sam Harris sobre Livre Arbítrio

Free Will - Livro de Sam Harris sobre Livre Arbítrio \"Free Will\" é um livro escrito por Sam Harris que explora a questão da liberdade de vontade humana. Harris argumenta que a crença na liberdade de vontade é uma ilusão e que nossas escolhas são determinadas por uma série de fatores biológicos, psicológicos e ambientais que estão fora de nosso controle consciente. O livro começa com uma exploração das implicações filosóficas e científicas da negação da liberdade de vontade. Harris argumenta que a ideia de livre arbítrio é incompatível com a ciência moderna e que a crença na liberdade de escolha é prejudicial para a sociedade. Ele também discute como a crença na liberdade de vontade pode ser usada como uma desculpa para a punição e retribuição em nosso sistema de justiça criminal e como a compreensão da verdadeira natureza da vontade humana pode levar a um sistema de justiça mais justo e racional. Em última análise, Harris argumenta que a negação da liberdade de vontade não leva a uma visão pessimista da vida, mas sim a uma compreensão mais profunda da natureza humana e à possibilidade de uma maior compaixão e compreensão mútua em nossas interações sociais. o livro, Sam Harris também discute o papel da consciência na tomada de decisões e como ela pode ser vista como uma mera testemunha passiva das escolhas que fazemos, em vez de uma entidade que controla nossa vontade. Ele também explora as implicações da negação da liberdade de vontade para questões éticas, como a responsabilidade moral e a culpa. Harris oferece sugestões práticas para como podemos lidar com a questão da liberdade de vontade em nossa vida cotidiana, argumentando que a compreensão da verdadeira natureza da vontade humana pode levar a uma maior empatia e compaixão pelos outros. Em resumo, \"Free Will\" é um livro provocativo que desafia muitas das crenças arraigadas da sociedade sobre a natureza humana. Harris argumenta que, ao reconhecer a falta de livre arbítrio em nossas escolhas, podemos nos tornar mais compreensivos e compassivos uns com os outros, e criar uma sociedade mais justa e racional.

Eric Kandel: Mentes Diferentes

Resumo do Livro de Eric Kandel: Mentes Diferentes

Resumo do Livro de Eric Kandel: Mentes Diferentes Introdução No mundo da neurociência, o nome Eric Kandel é amplamente reconhecido. Seu livro \"Mentes Diferentes\" é uma obra que mergulha profundamente na complexidade do cérebro humano e na singularidade das mentes individuais. Neste artigo, exploraremos os principais insights oferecidos por Kandel em sua obra, fornecendo uma visão abrangente dos conceitos e ideias apresentados. O Autor e Sua Obra 1. Quem é Eric Kandel? Eric Kandel é um renomado neurocientista austríaco-americano, nascido em Viena em 1929. Ele é amplamente reconhecido por seu trabalho pioneiro no campo da neurociência, tendo sido agraciado com o Prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina em 2000, juntamente com Arvid Carlsson e Paul Greengard. 2. \"Mentes Diferentes\": Uma Visão Geral \"Mentes Diferentes\" é uma obra magistral de Eric Kandel, que explora as complexidades do cérebro humano e como essas complexidades se traduzem em diferenças individuais na forma como pensamos, sentimos e percebemos o mundo ao nosso redor. A Plasticidade do Cérebro 3. Plasticidade Neuronal Kandel destaca a plasticidade do cérebro como um dos temas centrais de seu livro. Ele explica como o cérebro é capaz de se adaptar e mudar ao longo da vida, o que tem profundas implicações para o aprendizado e a memória. 4. Aprendizado e Memória O autor discute em detalhes como o processo de aprendizado está intrinsecamente ligado à capacidade do cérebro de formar novas conexões sinápticas. Ele explora os mecanismos neurobiológicos por trás da memória de longo prazo. A Individualidade das Mentes 5. Genética e Neurociência Kandel aborda a interação entre fatores genéticos e ambientais na formação das diferenças individuais. Ele argumenta que a genética desempenha um papel fundamental na determinação de nossa predisposição para certos traços de personalidade e habilidades cognitivas. 6. Experiências de Vida Além da genética, Kandel explora como nossas experiências de vida moldam nossos cérebros e influenciam a forma como pensamos e nos comportamos. Ele destaca a importância das experiências precoces na infância. Doenças Mentais e Cognição 7. Neurociência e Psicopatologia O autor examina a relação entre a neurociência e as doenças mentais, oferecendo insights sobre como a compreensão do funcionamento cerebral pode contribuir para o tratamento de condições como a depressão e a esquizofrenia. 8. Plasticidade e Reabilitação Kandel também aborda a recuperação cognitiva e a reabilitação após lesões cerebrais, demonstrando como o cérebro pode se adaptar e compensar danos. Conclusão \"Mentes Diferentes\" de Eric Kandel é uma obra essencial para todos que desejam compreender a complexidade das mentes humanas e os segredos do cérebro. O livro nos lembra que cada mente é única, resultado de uma interação complexa entre nossa genética, experiências de vida e ambiente. À medida que a neurociência avança, continuamos a desvendar os mistérios do cérebro humano, oferecendo esperança e insights para o tratamento de doenças mentais e o aprimoramento da cognição. Perguntas Frequentes (FAQs) O que torna \"Mentes Diferentes\" de Eric Kandel tão especial? A obra de Kandel explora a plasticidade do cérebro e como isso se relaciona com as diferenças individuais em pensamento e comportamento, oferecendo uma visão única sobre a mente humana. Qual é a contribuição de Eric Kandel para a neurociência? Eric Kandel foi premiado com o Nobel de Fisiologia ou Medicina em 2000 por seu trabalho pioneiro na compreensão dos processos neurais subjacentes à memória. Como a plasticidade do cérebro afeta a aprendizagem? A plasticidade do cérebro permite que ele forme novas conexões sinápticas em resposta ao aprendizado, o que é essencial para adquirir novas habilidades e conhecimentos. Quais são as implicações da obra de Kandel para o tratamento de doenças mentais? A obra destaca a importância da compreensão neurobiológica das doenças mentais, abrindo caminho para novas abordagens terapêuticas. new RDStationForms(\'formulario-news-063d2fa096f3e3188953\', \'UA-68279709-5\').createForm();

Das Bactérias a Bach e Vice-Versa: Daniel Dennett

Das Bactérias a Bach e Vice-Versa: Daniel Dennett

Das Bactérias a Bach e Vice-Versa: Daniel Dennett Explorando a Fascinante Relação entre a Evolução e a Música A música é uma linguagem universal que transcende barreiras culturais e linguísticas. Ela tem o poder de evocar emoções profundas e até mesmo mudar nosso estado de espírito. Mas você já se perguntou qual é a conexão entre a música e a evolução, especialmente no que diz respeito à teoria proposta por Daniel Dennett, \"Das Bactérias a Bach e Vice-Versa\"? Neste artigo, vamos explorar essa fascinante relação entre as bactérias, a música de Bach e como Daniel Dennett conecta esses pontos aparentemente distantes.   1. Introdução A Música como Expressão Cultural A música tem sido uma parte intrínseca da cultura humana por milênios, mas será que sua origem pode ser rastreada até mesmo a organismos microscópicos?   2. A Evolução da Música Do Simples ao Complexo Daniel Dennett argumenta que a evolução desempenhou um papel crucial na formação da música, começando com os elementos mais simples da vida.   3. As Origens na Biologia Das Bactérias a Bach Para compreender a teoria de Dennett, devemos mergulhar nas origens da vida e como os organismos mais básicos podem ter influenciado a música que conhecemos hoje.   4. A Complexidade da Música de Bach Uma Obra-Prima Musical A música de Johann Sebastian Bach é conhecida por sua complexidade e profundidade emocional. Como isso se relaciona com a teoria de Dennett?   5. Seleção Natural da Música Sobrevivência do Mais Harmonioso Dennett postula que a música evoluiu de maneira análoga à seleção natural. As notas e melodias mais harmoniosas sobreviveram e se desenvolveram.   6. A Universalidade da Música Uma Linguagem Global A música, assim como a evolução, é uma linguagem universal que transcende fronteiras geográficas e culturais. Como isso influencia nossa compreensão da teoria de Dennett?   7. A Mente Humana como Compositora Criatividade Consciente Dennett também explora como a mente humana, como um produto da evolução, se tornou um compositor consciente de música.   8. As Implicações Filosóficas Questões Profundas sobre a Existência A teoria de Dennett nos leva a considerar questões profundas sobre a relação entre a biologia, a música e a própria existência.   9. A Influência Contínua A Teoria de Dennett no Mundo Atual Como as ideias de Dennett continuam a moldar a forma como pensamos sobre a música e a evolução nos dias de hoje?   10. Conclusão   A Harmonia entre a Ciência e a Arte Em conclusão, a teoria \"Das Bactérias a Bach e Vice-Versa\" de Daniel Dennett nos convida a contemplar a intrincada ligação entre a evolução biológica e a expressão cultural na forma da música. Ela nos lembra que, mesmo nas notas mais complexas de Bach, ainda podemos traçar nossas raízes até organismos microscópicos. A música é, afinal, uma expressão da evolução da vida.   5 FAQs sobre a Teoria de Daniel Dennett O que significa \"Das Bactérias a Bach e Vice-Versa\"? Essa é uma metáfora usada por Dennett para explicar como a música evoluiu a partir de elementos simples, assim como a vida começou com organismos microscópicos. Como a seleção natural se relaciona com a música? Dennett sugere que a música, assim como as características biológicas, evoluiu por meio da seleção natural, com as melodias mais harmoniosas sendo favorecidas. Qual é o papel da mente humana na teoria de Dennett? A mente humana, resultado da evolução, se tornou um compositor consciente de música, permitindo a criação de obras complexas. Por que a música é considerada uma linguagem universal? A música transcende barreiras culturais e linguísticas, evocando emoções que são compreendidas por pessoas em todo o mundo. Como as ideias de Dennett continuam a influenciar a música e a ciência hoje? As ideias de Dennett continuam a inspirar pesquisas sobre a relação entre a evolução e a música, expandindo nosso entendimento sobre essa conexão única. No final, a teoria de Daniel Dennett nos leva a apreciar a beleza da música de uma maneira ainda mais profunda, ao reconhecermos sua ligação intrínseca com a história evolutiva da vida na Terra.   new RDStationForms(\'formulario-news-063d2fa096f3e3188953\', \'UA-68279709-5\').createForm(); 

Gene Egoísta - Resumo do Livro

Gene Egoísta – Resumo do Livro

Gene Egoísta - Resumo do Livro Neste artigo, vamos mergulhar no fascinante mundo do livro \"O Gene Egoísta\", escrito por Richard Dawkins. Esta obra revolucionária é uma leitura obrigatória para qualquer pessoa interessada em biologia, evolução e comportamento humano. Vamos explorar os principais conceitos e ideias apresentados no livro, oferecendo um resumo completo que o ajudará a compreender o cerne dessa obra-prima da ciência. Introdução: O Poder do Gene Egoísta No capítulo de abertura, Dawkins apresenta o conceito central do livro: o gene egoísta. Ele argumenta que, no jogo da evolução, os genes são os verdadeiros protagonistas. São eles que buscam perpetuar a própria existência, muitas vezes à custa de outros genes. Este é o ponto de partida para uma exploração profunda sobre como a seleção natural opera no nível genético. A Origem da Vida e a Replicação Genética Dawkins discute as origens da vida na Terra e como as primeiras moléculas autorreplicantes deram início a um processo que culminaria na diversidade da vida que vemos hoje. Ele explica como a replicação genética é o cerne de todo o processo evolutivo. A Alvorada da Seleção Natural Neste capítulo, o autor examina como a seleção natural age sobre os genes. Ele descreve como características que aumentam a capacidade de um gene de se replicar se tornam mais prevalentes em uma população ao longo do tempo. A Evolução do Altruísmo Aparente Dawkins lança luz sobre o enigma do altruísmo aparente, onde organismos aparentemente sacrificam seu próprio bem-estar em prol dos outros. Ele argumenta que, sob uma análise mais profunda, esses comportamentos também podem ser explicados pela busca egoísta dos genes. Cooperação e Conflito Genético Neste ponto, exploramos como a cooperação entre genes relacionados pode ser favorecida pela seleção natural. Também discutimos os conflitos genéticos que surgem quando os interesses de diferentes genes entram em conflito. Memes: A Ideia Cultural Dawkins introduz o conceito de \"meme\", uma unidade de informação cultural que se espalha de mente em mente. Ele compara memes aos genes, argumentando que eles também estão sujeitos a seleção e evolução. Conclusão: A Visão Revolucionária de Dawkins O livro \"O Gene Egoísta\" oferece uma visão fascinante da evolução e do comportamento humano, desafiando nossas noções tradicionais de altruismo e egoísmo. Richard Dawkins nos convida a olhar o mundo sob a perspectiva dos genes, revelando uma complexidade e beleza surpreendentes na história da vida na Terra. Após explorar esses tópicos cruciais do livro, agora você tem uma compreensão sólida de \"O Gene Egoísta\" e seu impacto na biologia e na nossa compreensão da natureza humana. Perguntas Frequentes O que é um gene egoísta? Um gene egoísta é um conceito apresentado por Richard Dawkins que descreve como os genes buscam perpetuar sua própria existência através da seleção natural. Qual é a relação entre memes e genes? Dawkins argumenta que os memes, como as unidades de informação cultural, também estão sujeitos a seleção e evolução, de forma semelhante aos genes. Como a seleção natural age sobre os genes? A seleção natural favorece genes que conferem vantagens na replicação, tornando-os mais prevalentes em uma população ao longo do tempo. Por que os genes aparentemente promovem o altruísmo? Dawkins explica que o altruísmo aparente pode ser explicado pela busca egoísta dos genes, que buscam aumentar sua própria replicação, mesmo que isso envolva sacrificar o organismo hospedeiro. Qual é a mensagem central de \"O Gene Egoísta\"? A mensagem central é que a evolução e o comportamento humano podem ser compreendidos de forma mais profunda quando vistos sob a perspectiva dos genes em busca de sua própria sobrevivência. new RDStationForms(\'formulario-news-063d2fa096f3e3188953\', \'UA-68279709-5\').createForm();

Nação Doapmina Resumo do Livro

Resumo do Livro “Nação Dopamina” de Anna Lembke

Resumo do Livro \"Nação Dopamina\" de Anna Lembke Esse resumo será dividido em 3 partes da seguinte forma: Contextualizando a Dopamina: A primeira parte do livro apresenta ao leitor o conceito de dopamina e como ela está relacionada ao comportamento humano. A autora explica também como a tecnologia, em especial as redes sociais, tem afetado a forma como as pessoas interagem entre si e como isso pode ser perigoso. As Consequências da Era da Dopamina: Na segunda parte do livro, a autora explora as consequências do comportamento viciante causado pela tecnologia e como isso afeta a nossa vida em sociedade. Ela aborda temas como a polarização política, o aumento da ansiedade e depressão, a falta de privacidade e a disseminação de notícias falsas. O Caminho para a Recuperação: Na terceira e última parte do livro, a autora apresenta algumas soluções e sugestões para lidar com os efeitos negativos da era da dopamina. Ela discute como podemos encontrar um equilíbrio saudável entre a tecnologia e a vida offline, promovendo uma maior consciência e autocontrole.\' Entendendo a Dopamina! Neste vídeo eu explico como esse neurotransmissor funciona. A Visualização de Recompensa pode ser um grande motivador Entenda como a Visualização pode disparar Dopamina - Clique na Imagem Abaixo     Contextualizando a Dopamina Escolhi o livro \"Nação Dopamina\" pois o estudo das Neurociências me mostrou que esse neurotransmissor é certamente uma dos mais importantes para o comportamento humano. A Dopamina interefere desde como nos movimentamos até qualquer decisão. Ela é um medidor daquilo que valorizamos na vida e pode nos conduzir a boas escolhas até vícios. Por isso, entender como a Dopamina funciona e atua no cérebro é essencial para aprimorar escolhas e comportamentos. Na primeira parte do livro \"Nação Dopamina\", a autora Anna Lembke apresenta o conceito de dopamina e sua relação com o comportamento humano. Ela explica como a dopamina é um neurotransmissor que atua no sistema de recompensa do cérebro, gerando sensações de prazer e satisfação assim como de frustração quando aquilo que esperamos não é alcançado. Anna Lembke também aborda como a tecnologia, em especial as redes sociais, tem afetado a forma como as pessoas interagem entre si e como isso pode ser perigoso. Ela destaca que o modelo de negócios das redes sociais é baseado em manter a atenção dos usuários por mais tempo possível, o que pode levar ao comportamento viciante e a problemas de saúde mental. Anna foi uma das consultoras do documentário \"O Dilema das Redes Sociais\" da Netflix que apresenta um cenário bastante preocupante sobre as mídias sociais. Ela discute a falta de consciência sobre os efeitos da dopamina no comportamento humano e como isso pode levar a decisões impulsivas e pouco saudáveis e destaca que a busca constante por prazer imediato pode comprometer a capacidade de planejar e tomar decisões a longo prazo. Anna apresenta a importância de entender como a dopamina funciona e como a tecnologia pode influenciar o nosso comportamento, a fim de buscar um equilíbrio saudável entre o uso da tecnologia e a vida offline.   As Consequências da Era da Dopamina Na segunda parte do livro \"Nação Dopamina\", a autora explora as consequências do comportamento viciante causado pela tecnologia e como isso afeta a nossa vida em sociedade. É impossível negar a mudança do comportamento humano após a invenção das redes sociais, não como negar que para grande parte das pessoas, as redes socias tornaram-se parte importante das suas vidas. Hoje praticamente não assistimos mais televisão e estamos o tempo todo acompanhando Instagram, YouTube, WhatssApp e outras. Anna Lembke aborda como a busca constante por dopamina, através do uso de redes sociais e outras tecnologias, tem levado a uma polarização política cada vez mais intensa. As pessoas estão se isolando em bolhas ideológicas e perdendo a capacidade de diálogo e compreensão mútua, o que tem dificuldade a convivência em sociedade. As redes sociais aumentaram em muito a falácia do viés de confirmação. Ficamos buscando apenas as informações que confirmem aquilo que areditamos e ignoramos aquilo que nos contraria. Além disso, a autora destaca como o uso excessivo de tecnologia tem aumentado os índices de ansiedade e depressão, especialmente entre os jovens. A comparação constante com outras pessoas nas redes sociais, a exposição a notícias negativas e a pressão por likes e comentários geram um ambiente de constante estresse e competição. Anna também discute a falta de privacidade na era da dopamina, em que as empresas de tecnologia coletam e utilizam nossos dados pessoais sem nossa permissão. Isso compromete a segurança e a intimidade dos indivíduos, além de gerar preocupações éticas e políticas. Por fim, ela aborda a disseminação de notícias falsas e o impacto disso na sociedade. A facilidade de acesso e compartilhamento de informações através da tecnologia tem levado à propagação de teorias conspiratórias e desinformação, o que compromete a saúde pública. Em suma, a segunda parte do livro explora as consequências negativas da era da dopamina, que vão desde a polarização política até a saúde mental e a privacidade dos indivíduos.   O Caminho para a Recuperação Na terceira e última parte do livro \"Nação Dopamina\", Anna Lembke apresenta algumas soluções e sugestões para lidar com os efeitos negativos da era da dopamina. Ela discute a importância de desenvolver uma maior consciência sobre o uso da tecnologia e como ela afeta nosso comportamento. Isso inclui aprender a reconhecer e controlar os impulsos viciantes, limitar o tempo de uso das redes sociais e outras tecnologias, e buscar um equilíbrio saudável entre a vida online e offline. Além disso, Anna apresenta algumas sugestões para promover uma maior autoestima e autoconfiança, como desenvolver habilidades sociais, praticar atividades físicas e investir em hobbies e interesses pessoais. Ela apresenta também a Meditação como uma forma de observar que tendemos a entrar nas narrativas da mente e ceder ao impulso dopaminérgico. Por fim, a autora destaca a importância de buscar apoio profissional em casos de saúde mental comprometida, como ansiedade e depressão, e de se informar sobre os recursos disponíveis para buscar ajuda. Em resumo, a terceira parte do livro apresenta algumas sugestões e soluções para lidar com os efeitos negativos da era da dopamina, buscando promover uma maior consciência e autocontrole no uso da tecnologia, além de investir em bem-estar emocional e engajamento social.     Quer conhecer uma Formação em Yoga fundamentada nas melhores evidências científicas disponíveis? Para baixar o Programa da Formação em Yoga 3.0 - Fundamentado nas Neurociências, clique no Botão Abaixo

Racionalidade O que é, por que parece estar em falta, por que é importante de Steven Pinker Resumo do Livro

Racionalidade: O que é, por que parece estar em falta, por que é importante de Steven Pinker resumo do Livro

Racionalidade de Steven Pinker resumo do Livro em resumo Racionalidade: O que é, por que parece estar em falta, por que é importante de Steven Pinker resumo do Livro Racionalidade de Steven Pinker resumo do Livro é mais um resumo que apresentamos no Blog do NeuroYoga. A Raqcionalidade é essencial para a investigação da verdade e por isso consideramos esse livro tão importante. Racionalidade pode ser dividido em três partes principais: Definição e história da racionalidade: A primeira parte do livro aborda o conceito de racionalidade e sua evolução histórica. Pinker explora como a racionalidade tem sido entendida ao longo do tempo e como essa definição mudou com o tempo. Ele também discute como a racionalidade é diferente de outras formas de pensar e como ela se relaciona com a lógica e a ciência. Problemas atuais da racionalidade: A segunda parte do livro examina as maneiras pelas quais a racionalidade está sendo desafiada em nossa era atual. Pinker discute como a desinformação, a polarização política e a pressão de grupo estão prejudicando a nossa capacidade de pensar de forma racional. Ele também explora como as redes sociais e a tecnologia podem estar afetando a nossa capacidade de tomar decisões informadas e racionais. A importância da racionalidade: A terceira parte do livro destaca a importância da racionalidade em nossa vida cotidiana. Pinker argumenta que a racionalidade é fundamental para a tomada de decisões informadas em todas as áreas da vida, desde a política e a economia até a vida pessoal. Ele também discute como podemos melhorar nossa capacidade de pensar de forma racional e como podemos ensinar as próximas gerações a valorizar a racionalidade.   Definição e história da racionalidade Quando decidi ler esse livro, já tinha uma ideia de que a racionalidade é a melhor forma de se avaliar decisões complexas, no entanto, ainda não estava claro para mim a diferença entre racionalidade e lógica e entender essa difrença é essencial para saber que a razão possui limites de validação. Outra premissa que eu tinha e que se confirmou com a leitura é que as pessoas não usam bem a razão por terem em sua grande maioria muita dificuldade estatistica e de matemática em geral. Essas duas formas de conhecimento precisavam ser mais cobradas no debate público e infelizmente não são, o que parece prevalecer é sempre o que se sente. A primeira parte do livro \"Racionalidade: O que é, por que parece estar em falta, por que é importante\" de Steven Pinker aborda a definição e a história da racionalidade. A razão é uma ferramenta para mostrar a verdade e não aquilo que você quer que seja verdade enfatiza Steven Pinker. O autor começa explicando que a racionalidade pode ser definida como o uso da razão e da lógica para resolver problemas e tomar decisões informadas. Ele destaca que a racionalidade é diferente de outras formas de pensamento, como a intuição e a emoção, e que é fundamental para a ciência, a tecnologia e a tomada de decisões políticas e econômicas. Em seguida, Pinker explora a evolução histórica da racionalidade. Ele destaca que a racionalidade foi valorizada desde a Grécia antiga, onde filósofos como Platão e Aristóteles defendiam a importância da razão e da lógica para a compreensão do mundo. Durante a Idade Média, a racionalidade foi muitas vezes colocada em segundo plano em favor da fé religiosa, mas ela ressurgiu com o Renascimento e a Revolução Científica. Pinker também discute como a definição de racionalidade mudou ao longo do tempo. Na Idade Média, por exemplo, a racionalidade era frequentemente definida em termos de fé religiosa e obediência à autoridade. Já na modernidade, a racionalidade passou a ser definida em termos de evidência empírica e análise crítica. Por fim, Pinker explora as diferentes abordagens para a racionalidade, incluindo a racionalidade instrumental, que enfatiza o uso da razão para alcançar objetivos, e a racionalidade epistêmica, que enfatiza o uso da razão para descobrir a verdade. Ele argumenta que ambas as abordagens são importantes e que a racionalidade deve ser valorizada em todas as suas formas para ajudar a resolver os desafios complexos enfrentados pela sociedade hoje em dia.   Problemas atuais da Racionalidade A segunda parte do livro \"Racionalidade: O que é, por que parece estar em falta, por que é importante\" de Steven Pinker examina os problemas atuais da racionalidade. Um dos pontos que mais me chamou a atenção sobre a dificuldade de se usar mais a razão é que a maioria das pessoas possui dificuldade com a matemática e ainda mais com o conhecimento de probabilidade. Realmente isso faz total sentido, pois a base do conhecimento científico é a probabilidade. Pinker fala também sobre a ignorância que as pessoas possuem sobre a forma como o conhecimento científico formula suas teses e o conhecimento científico é uma síntese da razão aplicada aos problemas da vida. Pinker argumenta que a racionalidade está sendo desafiada em nossa era atual, em parte devido à desinformação e à polarização política. Ele destaca que, com o advento da internet e das mídias sociais, é mais fácil do que nunca espalhar informações falsas e criar bolhas de opinião que reforçam as crenças existentes. Além disso, Pinker discute como a pressão de grupo pode interferir na nossa capacidade de pensar de forma racional. Ele destaca que, muitas vezes, as pessoas são influenciadas pelos seus pares e são levadas a tomar decisões com base em fatores emocionais, em vez de evidências empíricas. Pinker também explora como a tecnologia pode estar afetando a nossa capacidade de tomar decisões informadas e racionais. Ele destaca que, com a abundância de informações disponíveis on-line, muitas vezes é difícil saber em quem confiar e quais informações são verdadeiras. Por fim, Pinker discute como a polarização política pode afetar a nossa capacidade de pensar de forma racional. Ele argumenta que, quando as pessoas estão fortemente polarizadas em suas opiniões, é mais difícil para elas avaliar as evidências com imparcialidade e tomar decisões informadas. Racionalidade de Steven Pinker resumo do Livro em resumo em geral, Pinker destaca que a desinformação, a polarização política e a pressão de grupo estão prejudicando a nossa capacidade de pensar de forma racional e tomar decisões informadas. Ele argumenta que é importante reconhecer esses desafios e trabalhar para superá-los, para que possamos abordar os problemas complexos que enfrentamos hoje em dia. Além disso, devemos entender melhor como o método científico funciona e como aplicar melhor as leis da probabilidade em nossas decisões. A importância da racionalidade A terceira parte do livro \"Racionalidade: O que é, por que parece estar em falta, por que é importante\" destaca a importância da racionalidade em nossa sociedade. Um conhecimento que precisa sempre estar claro para quem quer usar mais a racionalidade é entender as realções entre - Correlação e Causa. O Ser humano facilmente cria relações entre acontecimentos. Por isso, atribui-se muitas relações erradas entre fatos apenas porque queremos que algo tenha relação. Exemplo: pensamos em algo que precisamos e surge uma oportunidade de trabalho que pode nos possibilitar comprar isso que queremos. A Causa de ter aparecido uma oportunidade de trabalho para você não significa que foi porque você quer comprar algo. Sempre temos desejos e se temos capacidades profissionais sempre aparecerão oportunidades. Não é o fato de você desejar um Smartphone que surge uma possibilidade de produzir dinheiro para comprar o que quer. Este tipo de relações em acontecimentos vem do tempo que o ser humano atribuia habilidades humanas à Natureza (Animalismo) esse pensamento ainda persistem em pessoas que é o Universo que ouve você e realiza seus desejos. Pessoas mais racionais tendem a ser mais bem sucedidas por que entendem melhor a relação entre Correlação e Causa. São mais calculistas e arriscam dentro das possibilidades. Pinker defende que o Estado deve financiar infra-estrutura, pesquisas e Universidades para obter retorno com o desenvolvimento de tecnologia que traz prosperidade para toda sociedade. No entanto, mostra que como não existem decisões racionais na política isso acaba não funcionando. Não como negar que a humanidade vem produzindo muitos avanços de prosperidade para as sociedades. Esses avanços não chegam de forma igual a todos, mas é inegável que a qualidade de vida das pessoas vem melhorando como um todo e isso deve-se em boa parte a conquistas produzidas com base na racionalidade. Os seres humanos nascem livres e também nascem com a capacidade de serem racionais. O uso dessa habilidade pode ajudar as pessoas a serem menos radicais em suas opiniões políticas e religiosas e conseguir conciliar melhor suas ideias em uma sociedade cada vez mais complexa. Pinker argumenta que a racionalidade é fundamental para a tomada de decisões informadas em todas as áreas da vida, desde a política e a economia até a ciência e a tecnologia. Ele destaca que, quando as pessoas usam a razão e a lógica para avaliar as evidências e tomar decisões informadas, é mais provável que elas alcancem seus objetivos e evitem erros e falhas. Além disso, Pinker destaca que a racionalidade é importante para a nossa compreensão do mundo e da natureza. Ele argumenta que a ciência, que se baseia na racionalidade e na lógica, nos permitiu fazer descobertas incríveis sobre o universo e sobre nós mesmos. Pinker também destaca a importância da racionalidade na construção de uma sociedade justa. Ele argumenta que, quando as pessoas usam a razão e a lógica para avaliar as evidências, é mais provável que elas cheguem a decisões justas. Por fim, Pinker destaca que a racionalidade é importante para a resolução dos desafios complexos que enfrentamos hoje em dia. Ele argumenta que a tomada de decisões informadas e baseadas em evidências é fundamental para enfrentar esses desafios e garantir um futuro melhor para todos. Racionalidade de Steven Pinker resumo do Livro em resumo, Pinker destaca que a racionalidade é fundamental para a tomada de decisões informadas em todas as áreas da vida, para a nossa compreensão do mundo e da natureza, para a construção de uma sociedade justa e para enfrentar os desafios complexos que enfrentamos hoje em dia. Veja o resumo de outros livros no blog Abaixo você pode clicar para ler o resumo do Livro “Nação Dopamina” de Anna Lembke   https://yoginappacademy.com/blog/resumo-do-livro-nacao-dopamina-de-anna-lembke/   Conheça nossa Canal no YouTube com diversos vídeos  clique aqui. new RDStationForms(\'formulario-news-063d2fa096f3e3188953\', \'UA-68279709-5\').createForm();

Por que as Zebras Não Têm Úlceras - Resumo do Livro

Por que as Zebras Não Têm Úlceras – Resumo do Livro

Por que as Zebras Não Têm Úlceras - Resumo do Livro Se você já se perguntou por que as zebras não têm úlceras, você não está sozinho. Este intrigante mistério foi explorado pelo renomado cientista Robert M. Sapolsky em seu livro \"Por que as Zebras Não Têm Úlceras\". Neste resumo, vamos mergulhar nas principais ideias e conceitos apresentados neste livro fascinante, que explora a relação entre o estresse e a saúde. Para ver o vídeo com uma análise do livro CLIQUE AQUI Introdução: O Enigma das Zebras Nossa jornada começa com a pergunta fundamental: por que as zebras, apesar de enfrentarem ameaças constantes na natureza, não desenvolvem úlceras ou outros problemas de saúde relacionados ao estresse? Sapolsky nos leva a uma exploração intrigante sobre o funcionamento do corpo humano em situações estressantes. O Sistema Nervoso: Lutando ou Fugindo Sapolsky explica como o sistema nervoso desempenha um papel crucial na resposta ao estresse. Ele descreve a resposta de \"lutar ou fugir\" e como isso é vital para a sobrevivência das zebras na selva africana. Hormônios do Estresse: O Cortisol O autor nos introduz ao cortisol, o hormônio do estresse, e como ele desencadeia uma série de respostas no corpo. Descubra como o cortisol pode ser benéfico em situações de curto prazo, mas prejudicial quando cronicamente elevado. O Estresse Crônico: Um Problema Humano Sapolsky faz uma ponte entre as experiências das zebras na natureza e o estresse crônico que os humanos enfrentam. Ele explora como o estresse prolongado pode levar a uma série de problemas de saúde, incluindo úlceras, hipertensão e doenças cardíacas. O Cérebro e as Emoções A obra também analisa o papel do cérebro e das emoções na resposta ao estresse. Saiba como nossos pensamentos e sentimentos podem afetar diretamente nossa saúde. Estratégias de Enfrentamento O autor oferece insights valiosos sobre como podemos lidar com o estresse em nossas vidas diárias. Ele explora estratégias de enfrentamento eficazes e como podemos reduzir os efeitos prejudiciais do estresse em nosso corpo. Conclusão: Lições das Zebras Em seu livro \"Por que as Zebras Não Têm Úlceras\", Robert M. Sapolsky nos lembra de que, assim como as zebras, podemos aprender a gerenciar o estresse em nossas vidas. Compreender como o estresse afeta nosso corpo é o primeiro passo para viver uma vida mais saudável e equilibrada. FAQs (Perguntas Frequentes) O que torna este livro tão intrigante? Este livro é intrigante porque aborda uma pergunta fundamental sobre o estresse e a saúde de uma maneira acessível e cativante. Quais são algumas das estratégias de enfrentamento recomendadas no livro? O livro sugere estratégias como a prática de exercícios, meditação e a busca por apoio social para lidar com o estresse. Existe alguma relação entre o estresse e outras doenças além de úlceras? Sim, o estresse crônico está relacionado a uma série de problemas de saúde, incluindo doenças cardíacas e distúrbios psicológicos. Como o autor faz a conexão entre zebras e seres humanos? O autor utiliza as experiências das zebras na natureza para ilustrar os princípios fundamentais sobre como o estresse afeta os seres humanos. Onde posso encontrar o livro completo? Você pode encontrar o livro \"Por que as Zebras Não Têm Úlceras\" em livrarias locais, lojas online ou em bibliotecas. Agora que você tem um resumo deste livro fascinante, por que não mergulhar na obra completa e descobrir todos os segredos sobre o estresse e a saúde? Aprender com as zebras pode ser uma maneira surpreendente de melhorar sua qualidade de vida. new RDStationForms(\'formulario-news-063d2fa096f3e3188953\', \'UA-68279709-5\').createForm();   Quer conhecer uma Formação em Yoga fundamentada nas melhores evidências científicas disponíveis? Para baixar o Programa da Formação em Yoga 3.0 - Fundamentado nas Neurociências, clique no Botão Abaixo

Aghoris

Os Aghoris: Uma Perspectiva sobre uma Seita Hindu

Os Aghoris: Uma Perspectiva sobre uma Seita Hindu Os Aghoris são uma seita mística e pouco compreendida dentro do vasto panorama da religião hindu. Eles são conhecidos por suas práticas incomuns, que incluem rituais macabros, consumo de carne crua e meditação em locais de cremação. Embora possam parecer chocantes à primeira vista, uma análise mais profunda revela uma filosofia complexa e uma abordagem espiritual única. Os Aghoris acreditam que todas as coisas no universo são uma manifestação de uma única realidade divina, chamada Brahman. Eles buscam atingir a iluminação espiritual através da transcendência das dualidades e das limitações da mente humana. Para isso, adotam uma abordagem radical que envolve enfrentar o lado mais sombrio da existência. Uma das práticas mais notórias dos Aghoris é o consumo de carne crua, especialmente carne de cadáveres humanos. Eles acreditam que, ao fazer isso, estão quebrando as barreiras da casta, da impureza e do ego, reconhecendo a divindade em todas as coisas. No entanto, é importante destacar que essa prática é altamente controversa e é considerada ilegal na Índia.   [caption id=\"attachment_2350\" align=\"aligncenter\" width=\"402\"] Aghori com seu patuá de crânio humano[/caption]   Meditação dos Aghoris Outro aspecto intrigante dos Aghoris é sua tendência a meditar em locais de cremação, onde buscam entrar em contato direto com a morte e a impermanência da vida. Isso faz parte de sua busca pela liberação do ciclo de nascimento e morte, conhecido como samsara. ----------------- Se quiser saber mais sobre o Formação em Yoga 3.0 - Fundamentado nas Neurociências, deixe seu e-mail abaixo que entraremos em contato com você! new RDStationForms(\'formulario-news-063d2fa096f3e3188953\', \'UA-68279709-5\').createForm(); ---------------------------------- Os Aghoris também praticam rituais de cura, acreditando que podem usar seus poderes espirituais para tratar doenças e purificar as almas das pessoas. Embora muitos os vejam com desconfiança, algumas comunidades na Índia ainda buscam sua ajuda em situações desesperadoras. Apesar de suas práticas extremas, os Aghoris não são necessariamente um grupo homogêneo. Existem diferenças de crenças e práticas entre os diversos Aghoris, e nem todos adotam os mesmos métodos radicais. Alguns se concentram mais na meditação e no estudo dos textos sagrados hindus.   [caption id=\"attachment_2352\" align=\"aligncenter\" width=\"415\"] Aghoris usam canibalismo em seus rituais[/caption]   Espiritualidade diversa Em última análise, os Aghoris são um lembrete de que a espiritualidade pode ser interpretada de maneiras diversas e complexas. Enquanto suas práticas podem parecer chocantes à primeira vista, é importante reconhecer que eles têm uma visão única da busca espiritual e da conexão com o divino. Como em todas as tradições religiosas, é fundamental abordar o tema com respeito, compreensão e um desejo genuíno de aprender. Assista o vídeo dos Aghoris clicando aqui   https://youtu.be/XRc3nThC9rI     Quer conhecer uma Formação em Yoga fundamentada nas melhores evidências científicas disponíveis? Para baixar o Programa da Formação em Yoga 3.0 - Fundamentado nas Neurociências, clique no Botão Abaixo

Uma visão científica das energias do Yoga

Uma visão científica das Energias do Yoga

Uma visão científica das Energias do Yoga Uma visão científica das Energias do Yoga. Para a Ciência, somente as energias que podem ser medidas existem. Nesse sentido, entenda como as energias do Yoga podem ser explicadas de forma racional. Entenda nesse vídeo https://youtu.be/IevwOtz8W78  

Formação em Yoga - Tirando as Dúvidas dos Alunos

Formação em Yoga – Tirando as Dúvidas dos Alunos

Formação em Yoga - Tirando as Dúvidas dos Alunos Formação em Yoga - Tirando as Dúvidas dos Alunos. Neste vídeo explicamos como tiramos as dúvidas dos Alunos do Curso 100% Online de Formação em Yoga     https://youtu.be/aK42XgO0LG0    

Práticas de Yoga Ao Vivo no Curso de Formação de Professores

Práticas de Yoga Ao Vivo no Curso de Formação de Professores

Práticas de Yoga Ao Vivo no Curso de Formação de Professores -  Práticas de Yoga Ao Vivo no Curso de Formação de Professores. No Stories explicamos como acontecem as práticas de Yoga durante o Curso de Formação. Sabemos que a prática é fundamental para quem quer ensinar Yoga. Somente depois do praticante ter vivenciado os benefícios do Yoga conseguirá transmitir os conceitos com propriedade. Por isso, durante 6 meses do Curso, liberamos a assinatura do @yogin.app para que o aluno consiga praticar todos os dias para depois ensinar com convicção o que vivenciou. Clique no Botão para ver os Stories no Instagram!  

1 2 3 15