Blog


Auto Ajuda é filosofia

Auto Ajuda é Filosofia?

Autoconhecimento e Espiritualidade | 8 maio 2021 | Daniel De Nardi


Auto Ajuda é Filosofia?

 

Filosofia é o estudo da existência.

Daniel De Nardi

 

Quando fala-se em Filosofia, 99% das pessoas (dado inventado por mim) pensam uma dessas coisas:

  • Pessoas deitadas numa rede falando coisas sem sentido. 
  1. Frases de autoajuda que ele vê nos posts do Instagram.

Filosofia é baboseira de viajandão?

A Filosofia é uma das áreas mais importantes e sofisticadas do conhecimento humano. É graças à filosofia que a inteligência humana desenvolveu sistemas como o método científico e áreas de pensamento como a sociologia, a economia e a política. Todas concebidas e aprimoradas por filósofos. 

É ingenuidade achar que mentes brilhantes passem a vida estudando e produzam algo que possa ser feito, sem esforço, por qualquer um, deitado numa rede. 

Tampouco é verdade que a Filosofia parou no tempo e que continua sem resposta para as mesmas perguntas feitas pelos primeiros filósofos. Como veremos nesse curso, a Filosofia evoluiu muito desde o seu surgimento e continua influenciando as mais diversas descobertas humanas. Aprender como pensar filosoficamente permite uma compreensão mais profunda da existência.

 

Filosofia é Autoajuda?

Acredito que essa confusão em achar que Filosofia é Autoajuda porque existe um ramo da Filosofia Ocidental que estuda o Bem-Viver, mas obviamente este tipo de filosofia vai muito além de frases clichês

Um exemplo de pensadores de uma filosofia que ensina como viver melhor são os Estóicos. Estes filósofos gregos acreditavam que se você quer viver bem e ter uma vida serena  não pode deixar abalar-se por nenhuma emoção intensa, seja ela qual for. 

Os Estóicos acreditavam que o mundo interno não pode ser afetado por acontecimentos externos. Para pôr em prática sua filosofia, colocavam-se nas mais difíceis situações e treinavam a resposta dos seus instintos para que fosse cada vez menos afetada pelo externo. 

Na Índia, existe um grupo filosófico/religioso chamado de Aghori, assim como os Estóicos, os Aghoris, acreditam que o estado interno deve ser inabalável e nem o seu pior medo pode tirar você da tranquilidade. O treinamento Aghoris para vencer as flutuações emocionais é extremo, porque na visão deles, toda emoção deve ser encarada de frente para que se perceba que ela também é uma ilusão. 

As práticas Aghoris, envolvem usar crânios humanos como taças em rituais em crematórios, comer carne humana em decomposição e meditar em cima de cadáveres, tudo isso sem se deixar abalar pelas sensações certamente perturbadoras. 

 

Um filósofo deve se esforçar para refutar afirmações com as quais discorda. 

E deve se esforçar em dobro para refutar as que concorda.

Alexandre Porto

 

Filosofar é colocar à prova conceitos que muitas vezes contrariam a natureza humana. Claro que você não precisa se tornar um aghori para fazer isso, mas pode questionar suas premissas e ser mais crítico sobre a veracidade dos seus pensamentos. Isto é praticar Filosofia

Não acredito que frases soltas de autoajuda, por mais verdadeiras que sejam, possam produzir esse tipo de mudança proposta pela filosofia. 


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *